Através do projeto “Adote o Verde”, a prefeitura de Belo Horizonte tem engajado representantes da sociedade civil e empresas privadas com o intuito de preservar a biodiversidade na capital mineira. O município tem disponíveis 40 áreas dentro de parques, praças e canteiros que podem ser adotadas por voluntários.

O trabalho é feito juntamente com a Fundação Parques Municipais, responsável por conectar os padrinhos e instruí-los sobre os cuidados necessários para preservar o local escolhido. O projeto abrange diversos tipos de ações, entre elas: recuperação de áreas verdes já implantadas, conservação e manutenção de gramados e canteiros, conservação de manutenção de equipamentos mobiliários, serviços de reparo em edificações, entre outras coisas.

Qualquer pessoa física, jurídica, ONGs, instituições e escolas pode participar do programa. Para isso, é necessário entrar em contato direto com a Fundação de Parques Municipais e informar qual o tipo de serviço que tem interesse em oferecer e a localidade. O órgão se responsabiliza pela orientação e garantia de que o compromisso será levado adiante. Ao apadrinhar uma área, o colaborador pode escolher o local e o tipo de serviço de acordo com as suas próprias possibilidades

Além de contribuir para a preservação ambiental, a prática gera retorno em visibilidade aos participantes. As áreas adotadas recebem uma placa, informando quem cuida do espaço, e a ação também ganha espaço em informativos e serviços diversos de divulgação produzidos pela prefeitura.

Serviço:

Prefeitura de Belo Horizonte

Fundação de Parques Municipais: (31) 3277-5399

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.