Na última quarta-feira (27), o Sesc realizou a 21ª edição do “Dia do Desafio”. Pessoas de diversos estados do Brasil, ao longo do dia, praticaram diversas atividades físicas em espaços públicos e privados. Neste ano, o destaque foi para o Rio Grande do Sul que confirmou a adesão de 100% dos municípios.

Comemorada anualmente, a data, criada no Canadá, tem o objetivo de despertar o interesse das pessoas pela prática de esportes e atividades físicas por meio de uma competição entre cidades. Desde 1995, o Dia do Desafio é coordenado pelo Sesc, apesar de ser uma iniciativa internacional.

O movimento envolve poder público, instituições privadas e cidadãos dispostos a se envolverem e mobilizarem pessoas. A data propõe que as pessoas interrompam suas atividades para praticar por, pelo menos, 15 minutos ininterruptos de qualquer atividade física. 


Sesc/Divulgação

Para estimular, é realizada uma espécie de gincana entre as cidades. A disputa ocorre entre municípios do mesmo porte populacional – vence quem mobilizar mais habitantes.

A data também é uma oportunidade de conhecer opções de atividades. É possível encontrar aulas de pilates, dança ou até se inserir em um grupo de corrida.

A grande adesão do Rio Grande do Sul pode ser explicada por uma lei instituída em 2006 que incluiu a “Dia do Desafio” no calendário oficial do estado do chimarrão. “No RS, mesmo com o tempo chuvoso, contabilizamos mais de três milhões de atendimentos nas 497 cidades gaúchas”, garante a unidade.

Confira algumas imagens do evento em várias partes do país:


Sesc Pompeia/Foto: Daniel Vorley


Sesc Pompeia/Foto: Daniel Vorley


Sesc Belenzinho/ Foto: Michele Mifano

Prefeitura de Vitória/Divulgação


Sesc Itaquera/ Foto: Carolina Vidal


Sesc/RS/Divulgação 


Itapiúna, Ceará/ Foto: Divulgação


Itapiúna, Ceará/ Foto: Divulgação

Para ver mais fotos de cada local basta clicar nos links.

Redação CicloVivo  

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.