- Publicidade -

Na última sexta-feira (13), a Polícia Militar Ambiental (PMA) fazia uma fiscalização de rotina quando flagrou o transporte ilegal de canários na cidade de Miranda, Mato Grosso do Sul. Ao todo foram apreendidos 1.250 pássaros dessa espécie durante a operação.

Uma semana depois da divulgação de um vídeo que registrou a caça ilegal de onças, novamente, o estado da região centro-oeste é palco de crimes ambientais. No entanto, desta vez, não foi uma denúncia e sim uma inspeção rotineira na BR-262 a 194 quilômetros de Campo Grande.

O homem levava os pássaros, em 25 gaiolas, em um carro de pequeno porte, com placa de Corumbá. Foi desta cidade que, segundo ele, os canários foram comprados. A localização e o nome do vendedor não foram informados, o motorista informou somente que o sujeito é conhecido como Tico.

- Publicidade -

Corumbá é conhecida como a capital do Pantanal e faz fronteira com Paraguai e Bolívia. Segundo a PMA, possivelmente, os canários são do Peru ou Bolívia e eles teriam como destino ou a região Nordeste ou Brasília, onde são utilizados em rinhas.

De setembro de 2010 até agora já foram registradas quatro apreensões de aves, somente no estado do Mato Grosso do Sul. A PMA está alerta, no mês de fevereiro foram apreendidos 1.005 canários peruanos, enquanto que no início de maio já foram mil.

O traficante, que não teve o nome divulgado, será multado em R$ 625 mil. Além disso, ele pode ser indiciado por crime ambiental e, se condenado, sua pena poderá variar de três meses a um ano de detenção. Os pássaros apreendidos serão encaminhados ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (CRAS), em Campo Grande. Com informações do G1.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -