- Publicidade -

Josh Pell, um estudante de designer da Universidade de Swinburne, na Austrália, desenvolveu um carregador conceito conhecido como Viber Burst, que pode aproveitar a energia do movimento, seja em sua bolsa, mão ou até mesmo em seus sapatos, para carregar um celular. Depois de totalmente carregado, o dispositivo pode despejar toda a energia que a bateria do seu telefone precisa em apenas dois segundos. 

Atualmente os dispositivos móveis são recarregados diretamente na rede elétrica, ao contrário deste produto que não possui qualquer dependência de rede. Ele é capaz de produzir energia para carregar aparelhos celulares com zero emissões de carbono, elimininando assim a necessidade da utilização da energia elétrica para carregar telefones.

Viber Burst é um produto inovador que muda o conceito de carga da bateria como nós atualmente a conhecemos hoje. A sociedade se baseia fortemente em comunicação móvel todos os dias, na Austrália, por exemplo, o número de assinantes já ultrapassou o da população. Por isso, produtos que descartem o uso da energia elétrica tradicional ganham grandes dimensões e importância no painel energético. 

- Publicidade -

O aparelho, criado por Pell, é um sistema de captação de energia que é capaz de ser usado ou transportado, que aproveita a energia de vibração, transformando-a em eletricidade limpa, que pode ser usada a qualquer momento. 

O carregador pode ser feito em uma ampla variedade de estampas, texturas e customizações, para permitir ao usuário manter uma relação “emocional” com o aparelho. Ele pode ser usado como uma peça característica da joalheria contemporânea sobre o calçado, também pode ser um chaveiro ou simplesmente permancer armazenado em uma bolsa. 

Devido aos componentes eletrônicos inteligentes usados pelo designer,​​ o equipamento tem um ciclo de vida longo, em comparação com a atual tecnologia de bateria química que perde gradualmente a capacidade de funcionar durante um período relativamente pequeno de tempo.                                                                                          

Para fazê-lo funcionar, basta ligar o Viber Burst no dispositivo móvel e dois segundos depois a bateria está completamente carregada.Essa rapidez é outro benefício, em comparação às recargas feitas de maneira tradicional. 

Especificamente concebido para minimizar os componentes de ferramentas e peças. A unidade é uma peça moldada com injeções de duas partes que se auto bloqueiam. Os componentes eletrônicos internos são avançados micro componentes montados em um PCB flexível que permite ao usuário instalar o dispositivo em qualquer lugar que o mantenha em movimento. 

A forma do Viber Burst levou em conta fatores humanos e considerações ergonômicas. O produto tem curvatura arredondada, sem arestas cortantes que possam causar ferimentos. Uma consideração do projeto foi minimizar a curva de aprendizagem necessárias para sua utilização. Resultado, o aparelho tem apenas um ponto de inserção de um plugue. 

O conceito prevê que quando o aparelho puder ser produzido em grande escala o seu armazenamento será feito em embalagens recicladas, que reforça ainda mais a presença da sustentabilidade na proposta. Também será reduzida a quantidade de papel usado na comercialização do produto, quando for necessário será utilizado papel reciclado e livre de cloro. A utilização do site com o detalhamento do produto também minimiza as impressões.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -