- Publicidade -

A saga do pequeno bruxo Harry Potter, nos livros e nos cinemas, tem incentivado um novo mercado na Índia: a caça e o comércio de corujas. A “febre” pelas aves resultou na ameaça de extinção de várias espécies no país oriental.

Um relatório publicado na última semana em Nova-Délhi, feito pelo grupo de defesa dos animais TRAFFIC-India, mostrou que 15 das 30 espécies de corujas que habitam o país estão à venda em mercados ilegais.

Segundo a divulgação as aves são usadas em rituais de magia negra e também são buscadas por pais que presenteiam seus filhos, como se as corujas fossem animais de estimação, seguindo o exemplo do bruxinho fictício. Toda a trajetória de Harry Potter, seja nos livros ou nos filmes, é intensamente marcada pela presença de Edwiges, uma coruja branca que exerce o papel de mensageira.

- Publicidade -

Abrar Ahmed, o autor do estudo, explica que mesmo que o filme mostre o animal em uma gaiola por bastante tempo, as corujas não são bons animais de estimação, pois precisam de espaço para voar e buscar comida.

Antigos rituais de magia também necessitam das aves para serem realizados. Exemplo disso são alguns tradicionais médicos da Índia, conhecidos como tântricos, que usam ossos, plumas, garras, sangue, lágrimas e diversos órgão das corujas para realizarem seus rituais. Algumas tribos crêem que os “tufos de orelha”, plumas nas cabeças das grandes corujas, podem ser usados para hipnose.

O ministro do Meio Ambiente da Índia, Jairam Ramesh, lembrou da importância das corujas para o ecossistema do país, dando às aves o mesmo grau de importância dos tigres. Ele também exaltou o fato de que o país deve tomar medidas concretas para reverter esse comércio ilegal.

Com informações do Globo

- Publicidade -