Por Agência Brasil

A Floresta da Tijuca, no Rio de Janeiro, recebeu 200 mudas de plantas nesta quinta-feira (24) de um grupo de voluntários. A ação, realizada no setor do Parque Lage, tem como objetivo restaurar a flora e fauna do local e conscientizar a população para a preservação da floresta.

A bióloga responsável pelo projeto, Nadja Oliveira, disse que foi a primeira mobilização do ano, e que meta é plantar pelo menos mil mudas ao longo de 12 meses.

“A gente visa conscientizar e engajar voluntários, pessoas que tenham amor pela causa, para vir plantar e fazer um pouquinho da diferença que todos querem ver no mundo”, disse.

Segundo a bióloga, todas as mudas são exclusivas de mata atlântica da região e liberadas para o plantio pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Árvores de ipês, paineiras e palmitos-juçara são algumas das espécies plantadas hoje.

Pelo menos outras quatro ações como essa devem acontecer ao longo do ano e qualquer pessoa pode se voluntariar por meio do site do Instituto Conhecer para Preservar ou Paineiras Corcovado, responsáveis pelo projeto.

“As ações acontecem, geralmente, em datas especiais, como Dia Internacional da Biodiversidade e Dia Mundial Água, que ajudam a reforçar a importância da preservação com todos os voluntários e sociedade”, explicou a bióloga.