- Publicidade -

O zoológico de Kent, na Inglaterra, se prepara para realizar um feito inédito: liberar uma família de gorilas em seu habitat natural. A expectativa é de que a libertação dos animais, atualmente em cativeiro, ocorra em janeiro de 2013.

O grupo possui 11 membros, classificados como gorilas ocidentais das terras baixas, que serão transportados para o Gabão, país localizado no continente africano. A reserva natural foi escolhida por apresentar poucos exemplares desta espécie.

Para auxiliar a adaptação, os animais contarão com uma ajuda extra inicial. Através da Fundação Aspinall, que trabalha com projetos de preservação e cuidado animal. Durante um primeiro momento a organização fornecerá medicamentos e comida suplementar para proporcionar a melhor adaptação dos gorilas na selva.

- Publicidade -

Esta é a primeira vez que uma família de primatas deixa o cativeiro para retornar ao habitat natural. Experiências deste tipo já foram feitas individualmente e exigem muitos cuidados e estudo para garantir que os animais consigam se adequar aos desafios que a vida selvagem oferece.

O programa de devolução à vida selvagem deve auxiliar a preservação da espécie, complementando uma série de outros testes feitos para evitar a extinção animal em todas as regiões do planeta.

Damian Aspinall, fundador da ONG de proteção aos animais, explica que o objetivo final deve ser sempre manter os animais na natureza e que os cativeiros são justificados apenas quando realmente existe a necessidade de um tratamento especial. “Esta deve ser a única justificativa possível para que ainda existam coleções de animais em cativeiro no século 21”, declarou.

Redação CicloVivo

- Publicidade -