- Publicidade -

No último sábado (07), o navio panamense MSC Chitra se chocou com a embarcação caribenha MV-Khalijia-II, no porto de Jawahar Lal Nehru, em Mumbai. A embarcação panamenha carregava milhares de toneladas de pesticidas e produtos derivados do petróleo, como diesel e lubrificantes.

Por causa do acidente, ainda vazam cerca de duas toneladas de petróleo por hora. Outro fator que gera muita preocupação é a possibilidade dos pesticidas se espalharem pelo oceano.

As operações de contenção do vazamento, lideradas pelas autoridades indianas, contam com diversos helicópteros e navios da guarda costeira. Produtosquímicos estão sendo espalhados sobre a mancha para tentar impedir que ela chegue à costa da cidade.  O governo ainda está consultando especialistas de outros países para encontrar novas formas de controlar os estragos causados pelo acidente.

- Publicidade -

“A mancha de petróleo ao largo da costa de Mumbai é uma preocupação séria e que o governo está se esforçando para conter os danos", disse o ministro do Estado de Maharashtra, Ashok Chavan.

O porto de Jawahar Lal Nehru permanecerá fechado até quarta-feira e o governo emitiu um alerta aconselhando a população local a não consumir peixes.

Segundo o Ministério da Defesa, a tripulação de ambos os navios foi resgatada e ninguém sofreu danos com a colisão.

Com informações da Folha e do Terra

- Publicidade -