A pouco mais de um ano para a Olimpíada de 2016, a cidade do Rio de Janeiro passa por muitas mudanças. Além de ter que focar esforços na despoluição da Baía de Guanabara, as autoridades locais têm recebido críticas pelo impacto ambiental gerado por outras obras.

Este é o caso da construção de um estacionamento na Marina da Glória. O local, patrimônio público e parte integrante do Aterro do Flamengo, recebeu aprovação para o corte de 298 árvores, que darão lugar a um estacionamento subterrâneo.

A autorização foi concedida no começo de dezembro pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro, que determinou a compensação ambiental com o plantio de outras 3.082 mudas. O problema, levantado pela população local, é que ainda não foi determinado o local que receberá as novas árvores, já que elas não precisam ser plantadas nas redondezas do bairro de onde foram retiradas.


Imagem de como ficará a obra após a reforma – Divulgação / Reprodução

Em declaração ao jornal O Globo, o presidente da Associação de Usuários da Marina Glória, José Fernandez, reclamou da falta de diálogo com a população sobre a decisão. Segundo ele, houve apenas uma reunião com o grupo BR Marinas, responsável pela obra, mas não foram abordadas as consequências que as mudanças poderiam gerar no Aterro do Flamengo. Além disso, Fernandez diz não entender a derrubada das árvores, já que a região possui muitas outras áreas que poderiam abrigar o estacionamento.

Mesmo com a Marina da Glória sendo um patrimônio tombado e surpreso com a quantidade de árvores cortadas, Washington Fajardo, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade explicou que todas as modificações foram licenciadas e não devem afetar a paisagem original.

Clique aqui para ver mais detalhes deste caso.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.