A Ricoh, empresa global de tecnologia, anunciou o lançamento da série RICOH EH DSSC, um dos primeiros módulos de células solares de estado sólido sensibilizadas por corante (DSSC) no mundo, capaz de gerar eletricidade renovável a partir da luz interna e de carregar eletrônicos e eletrodomésticos.

A ideia surgiu a partir da percepção de que a sociedade atual necessita de uma solução de energia renovável acessível que consiga se autoproduzir em ambientes fechados, sem depender da luz natural. A expectativa é que essa nova tecnologia atraia a atenção dos escritórios de trabalho, com o objetivo de disseminar os benefícios ambientais e econômicos desse investimento.

Inspiração na fotossíntese

A tecnologia imita o processo de fotossíntese, substituindo a clorofila por corantes absorvedores de luz. A luz que entra estimula as moléculas para um estado energético mais alto, assim, a energia produzida é coletada por uma estrutura de eletrólitos e catalisadores, replicando a estrutura de uma folha na fotossíntese.

Embora a tecnologia DSSC tenha sido elogiada como uma maneira acessível de gerar eletricidade, preocupações com a segurança impediram que ela fosse usada em aplicações comerciais no passado. Tradicionalmente no estado líquido, o iodo e os solventes orgânicos usados no processo podem facilmente ser volatilizados e vazar.

Segundo a empresa, este risco não existe uma vez que o eletrólito usado é feito apenas com materiais de estado sólido. Além disso, oferece maior eficiência na geração de energia sob fontes de luz mais fracas, como em armazéns, considerando que os corantes orgânicos usados funcionarão de maneira eficaz com os comprimentos de onda das fontes de luz internas.

Imagem: Divulgacão | Ricoh

O DSSC na prática

O maior sensor da nova série está sendo usado atualmente para uma mesa de escritório criada pela Taisei Corporation e Design Office Line. É equipada com células DSSC, permitindo que os dispositivos móveis em cima da mesa mantenham uma carga consistente durante um dia inteiro de trabalho.

“Reconhecemos a necessidade – tanto nas empresas quanto na sociedade – de identificar novas fontes de energia renovável. Aproveitamos a tecnologia DSSC para gerar energia renovável em ambientes críticos para nossos clientes, como escritórios com pouca luz natural”, explica Tetsuya Morita, vice-presidente da Ricoh.

A série RICOH EH DSSC está em fase de pesquisa para o desenvolvendo de células transparentes para uso em dispositivos como telefones celulares. Atualmente, está disponível no Japão em células vermelhas, sendo que a cor pode ser alterada conforme o corante usado.

Leia também:

Persianas geram energia usando a luz do sol

Tinta azul pode ajudar a armazenar energia renovável