estacionamento solar
Foto: Ares Soares
- Publicidade -

A Universidade de Fortaleza (Unifor) instalou o segundo maior estacionamento de veículos com cobertura solar do país – o primeiro está instalado em Vitória, Espírito Santo. Segundo a instituição, são 5.580 placas solares ocupando uma área de 12 mil m². 

Juntos, os painéis vão gerar uma economia de 2.1 MWp. A produção de energia limpa e renovável será capaz de atender entre 25% e 30% da demanda da Universidade. Isso reduzirá a dependência energética da rede, além de trazer economia financeira nas contas. 

“A opção pela fonte solar é uma forma de apostar no uso de tecnologias eficientes e confiáveis e de aproveitar o potencial do qual o Ceará dispõe”, afirma a instituição em nota. 

- Publicidade -

Outro ponto relevante do estacionamento solar é que servirá como laboratório a céu aberto. Alunos dos cursos de engenharia (elétrica, mecânica, produção, civil e ambiental), de arquitetura e energias renováveis poderão ver na prática o que estudam na teoria. 

Além das placas solares, o local também abrigará um ponto de abastecimento de carros elétricos. A área total do estacionamento é de cerca de 22 mil m².

Instituições solares

Apostar na geração de energia renovável, além dos benefícios ambientais e econômicos, é um grande exemplo para estudantes dentro do sistema educacional. Já trouxemos o caso de uma escola pública em Andradina, município de São Paulo, que conseguirá ser autossustentável só com a instalação de placas solares. Outro bom exemplo vem sendo aplicado em escolas públicas do Paraná. O programa já instalou painéis em 224 instituições de ensino e visa alcançar mais de 5 mil escolas em todo o estado. Já a Universidade Federal de Santa Catarina está testando um produto ainda pouco conhecido e inovador: a telha fotovoltaica da Eternit. Apesar de não funcionar como estacionamento solar, os testes são realizados em laboratório aberto ao ar livre.

Leia também: Brasil é um dos países que mais instalaram energia solar em 2020

- Publicidade -