ambev energia eólica
Photo by Vitor Paladini on Unsplash
- Publicidade -

Entre as metas de sustentabilidade da Ambev, estão a aquisição de 100% da eletricidade de fontes renováveis até 2025 e zerar emissões próprias até 2030. Para isso a companhia fez três novas parcerias para, em até dois anos, ter toda a sua operação usando energia eólica proveniente de parques localizados na região Nordeste do país.

“Desde 2021, já adotamos fontes de energia renovável em 100% das nossas operações e estamos construindo usinas solares em nossos centros de distribuição. Mas entendemos que podemos investir em parcerias que adicionem mais capacidade no sistema energético brasileiro e assim colaborar na transição energética do país”, explica Rodrigo Figueiredo, Vice-Presidente de Sustentabilidade e Suprimentos da Ambev.

A estrutura industrial da Ambev inclui 28 cervejarias e refrigeranteiras, 2 maltarias, além das fábricas de latas de alumínio, vidros e rolhas.

- Publicidade -
energia renovável cervejaria
Foto: Divulgação | Ambev

Uma das parceiras é a ENGIE Brasil Energia, que irá fornecer energia renovável e certificada oriunda do Conjunto Eólico Trairi, no Ceará. Outro complexo eólico que fornecerá energia para a Ambev, o Neoenergia Oitis, tem capacidade instalada de 566,5 MW e 12 parques localizados entre a Bahia e o Piauí. O Parque Eólico Kairós, da 2W Energia, fica em Icapuí, município do Ceará, e também vai fornecer energia limpa para as operações da companhia.

“Geração responsável vai além da escolha das fontes, está relacionada também à atuação socioambiental junto às comunidades e à proteção dos biomas em que estão inseridas as nossas operações. Contratos como este com a Ambev comprovam a importância de uma agenda ESG que leve em consideração todas as partes interessadas, garantindo impacto positivo e geração de valor sustentável nas relações comerciais”, comenta Eduardo Sattamini, diretor-presidente e de Relações com Investidores da ENGIE Brasil Energia.

LEIA MAIS:

- Publicidade -