- Publicidade -

Na hora de comer em um restaurante japonês, a procedência da comida pode até não ser a principal preocupação, mas, mesmo assim, há pessoas que se interessam por informações desse tipo. Saber de onde veio o peixe e se ele foi capturado em área liberada para pesca não é tarefa simples, a menos que o cliente esteja no Harney Sushi, um estabelecimento norte-americano que serve o prato com QR Code.

O QR Code é um código de barras em 2D que pode ser escaneado pela maior parte dos aparelhos celulares que possuem câmera fotográfica. O código é decodificado e passa a mostrar um trecho de texto, ou um link, que redirecionará o acesso ao conteúdo da imagem enigmática. É muito utilizado para transmitir informações rápidas aos dispositivos móveis. A diferença do modelo utilizado pelo restaurante é que ele é feito com papel de arroz e tinta a base de água, podendo assim ser colocado sobre a própria comida.

O cliente faz a leitura do código utilizando a câmera do celular, e, dessa forma, tem acesso às informações sobre a origem do peixe, por qual empresa foi pescado e se a espécie está ameaçada de extinção.

- Publicidade -

Por meio do código, o cliente também tem acesso a um glossário completo de peixes. A intenção é que divulgar informações precisas sobre o que está sendo ingerido. O restaurante é comandado pelo chef Rob Ruiz.

Com essa iniciativa, a empresa busca aumentar a conscientização em torno da prática de pesca sustentável, e o esforço parece ser reconhecido pelos clientes: no site de viagens TripAdvisor, entre 38 avaliações do estabelecimento, 34 foram positivas. Com informações do Estadão e do portal Exame.

Redação CicloVivo

- Publicidade -