Uma campanha para reduzir o consumo de energia no Japão foi lançada pelo governo. A ideia é aproveitar o verão para propor algumas medidas de economia, uma vez que passam por uma dura fase de crise nuclear.

A iniciativa teve início na última quarta-feira (1). Chamada “Cool Biz”, a campanha permite que os oficiais e parlamentares trabalhem sem roupas oficiais, que provocam o uso do ar condicionado com mais intensidade. Ao trabalharam mais à vontade a tendência é de que os escritórios deixem o aparelho em níveis menores.

O acidente de Fukushima, que ocorreu em março de 2011, fez com que 50 reatores nucleares do país fossem totalmente desligados. Desde então, vivem uma crise de energia nuclear.

Mesmo após reativarem a usina continuam a ter problemas. Como o fato de terem registrado três vazamentos de água radioativa só no mês de abril, deste ano. Antes do acidente, as usinas produziam cerca de 30% da eletricidade do país. Devido aos altos níveis de radioatividade, ainda hoje os trabalhos de proteção da área são mínimos.

O governo aproveitou o verão para lançar a campanha e não estabeleceu limites de consumo à população, segundo agências internacionais. Com informações do G1.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.