No fim de fevereiro, foi testada a primeira das três embarcações adquiridas pela Prefeitura de Ilhabela que farão o transporte marítimo municipal. Apelidado de "Aquabus", o veículo atracou no flutuante da Barra Velha, onde o prefeito Toninho Colucci aguardava para a viagem inaugural até o píer da Vila, centro histórico da cidade.

“É mais um dia histórico para Ilhabela, pois em breve iniciaremos um novo serviço de transporte coletivo, agora pelo mar, e que vai beneficiar moradores e turistas que visitam a nossa cidade”, afirmou Colucci. O percurso foi realizado em dez minutos.

A previsão é que a operação do novo sistema de transporte seja iniciada em junho, já operando com as três unidades. A Prefeitura de Ilhabela pretende oferecer um serviço integrado com o transporte coletivo terrestre (ônibus) por meio do “Bilhete Único”.

O investimento total na aquisição das embarcações foi de R$ 4,4 milhões. Cada “Aquabus” tem capacidade para 60 pessoas sentadas, possui ar-condicionado e TVs de tela plana. Para a navegação, as embarcações contam com motores modernos e sistema de GPS.

O primeiro “Aquabus” foi batizado de “Zé de Alício” em homenagem a um dos primeiros mestres caiçaras a fazer o serviço de travessia de lancha São Sebastião-Ilhabela. Os filhos de “Zé de Alício”, Stela Maris dos Santos e Carlos José dos Santos, estiveram na apresentação da embarcação. 

 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.