- Publicidade -

A França anunciou um projeto grandioso de produção de energia solar. O pequeno país europeu pretende deixar os tradicionais alemães para trás e construir a maior usina fotovoltaica de todo o continente.

O projeto é liderado pela Neoen, uma empresa francesa de energia renovável, mas deverá contar com o financiamento de outras companhias para viabilizar a construção. A ideia é ter um conjunto de usinas que somem 300 MW de energia limpa. Desse total, 120 MW deverão ser produzidos pela Neoen e o restante será compartilhado com outras empresas interessadas.

O processo de construção das usinas será feito através de um consórcio com três empresas especialistas no setor: Eiffage-Clemessy, Schneider Eletric e Krinner. O grupo também coordenará as atividades de operação e manutenção de todo o complexo.

- Publicidade -

De acordo com o informativo oficial, o investimento total no projeto deve exceder os 360 milhões de euros. Em contrapartida, a produção da fazenda solar será ligada diretamente às redes de transmissão e deve estar em funcionamento já em outubro de 2015. A expectativa é de que a usina produza mais de 350 gigawatts/hora por ano, o suficiente para abastecer toda a população de Bordeaux, na França, com mais de 240 mil habitantes.

“Estamos orgulhosos de ter completado o desenvolvimento deste projeto único, anunciando, assim, uma nova era das energias renováveis na França. Essas usinas constituirão um dos maiores e mais competitivos parques solares da Europa”, comemora o CEO da Neoen, Xavier Barbaro. 

Redação CicloVivo

- Publicidade -