Dando seguimento aos projetos de desenvolvimento sustentável de seu mandato, o presidente dos EUA Barack Obama determinou a instalação de painéis solares na parte superior da Casa Branca, região central de Washington. A obra tem como principal objetivo incentivar os norte-americanos a aderirem às fontes de energia limpa, que colaboram para menores emissões de carbono no país.

A implantação do sistema de geração fotovoltaica havia sido prometida há três anos, época em que Steven Chu ocupava o cargo de secretário de Energia. Obama também havia anunciado projetos de energia limpa desde 2009, entretanto, os membros do Congresso barraram estes e outros planos do presidente.

"A Casa Branca começou a instalar painéis solares fabricados nos Estados Unidos na residência da Primeira Família, como parte de uma reforma elétrica, que vai melhorar a eficiência energética geral do edifício", informou à reportagem da AFP um funcionário que preferiu não revelar sua identidade.

O sistema de geração fotovoltaica conta com termostatos e ventiladores de velocidade variável, que também garantem a eficiência na regulação de temperatura interna.  De acordo com o mesmo funcionário, a inclusão dos painéis solares no local não só vai estimular residências, como também edifícios importantes a adotarem a geração de energia limpa.  "O projeto ajudará a demonstrar que edifícios históricos podem incorporar modernizações de energia solar e eficiência energética", comentou o funcionário.

Embora a energia fotovoltaica pareça uma necessidade atual de desenvolvimento sustentável, esta não é a primeira vez que os raios de sol são usados na Casa Branca. Já no fim dos anos 1970, o ex-presidente democrata Jimmy Carter instalou módulos fotovoltaicos durante a crise do petróleo. No entanto, Ronald Reagan, sucessor republicano, fez questão de remover o sistema de geração de energia limpa da construção.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.