descarbonização São Paulo
Foto: Marcos Mark | Pixabay
- Publicidade -

Com o objetivo de promover a descarbonização da capital paulista, a Prefeitura de São Paulo, em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), está trabalhando no projeto “Cidade Universitária e Cidade de São Paulo – Rumo ao Carbono Zero”.

A iniciativa é coordenada pelo secretário executivo de Mudanças Climáticas, Pinheiro Pedro; o representante da Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia (SMIT), Luciano Silveira; o reitor da USP, Carlos Gilberto Carlotti Júnior; e um grupo de professores no Centro INOVA USP, liderados pelo professor Dr. Marcelo Knörich Zuffo.

De acordo com o secretário Pinheiro Pedro, o projeto implica em uma série de ações e programas, aliando ciência e governança, para aprimorar as rotas tecnológicas para o enfrentamento à alteração climática.

- Publicidade -

“Estamos em um trabalho de articulação com a USP, visando um termo de cooperação para o projeto. A SECLIMA manterá um gabinete no interior do INOVA USP. E a universidade pretende fazer uma contrapartida para viabilizar o projeto de maneira integrada e eficaz”, declarou Pedro.

A SECLIMA, segundo o secretário, também tem buscado parcerias com as demais universidades do país, seguindo o planejamento estratégico apresentado ao prefeito Ricardo Nunes. Há um trabalho em andamento com a Universidade Zumbi dos Palmares e estão sendo articulados termos com a UNESP (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para o coordenador do Inova USP, professor Dr. Marcelo Knörich Zuffo, a parceria com o município é de extrema importância. E vários professores da USP estão atuando nos comitês consultivos da SECLIMA, de ecoeconomia e do COMFROTA (Comitê Gestor do Programa de Acompanhamento da Substituição de Frota por Alternativas Mais Limpas).

“Tratar sobre mudanças é fundamental para o futuro da cidade e a qualidade de vida da população. Por isso, deixamos a infraestrutura do Inova USP totalmente à disposição da Prefeitura”, disse.

Recentemente, o professor Zuffo falou sobre o projeto à rádio USP.

Sobre o Inova USP

Trata-se de um espaço localizado na Universidade de São Paulo, no bairro do Butantã, que tem como objetivo agregar e integrar laboratórios e diversas iniciativas em um ambiente multidisciplinar, dedicado ao desenvolvimento de pesquisa e inovação.

O Centro de Inovação da Universidade de São Paulo é composto por laboratórios de pesquisa independentes das unidades universitárias e em suas dependências são realizadas atividades interdisciplinares

O que é o COMFROTA

O Comitê Gestor do Programa de Acompanhamento da Substituição de Frota por Alternativas Mais Limpas (COMFROTA) determina a mudança energética dos ônibus na cidade e estipula ainda um cronograma de redução de poluentes pelos veículos.

É composto pelas secretarias municipais de Mobilidade e Transportes; Verde e Meio Ambiente; Subprefeituras; Infraestrutura e Obras; Fazenda; Relações Internacionais e Governo Municipal, além de representantes de órgãos, instituições, entidades, empresas, conselhos, associações ou segmentos. Entre eles destacam-se a SPTrans e universidades.

De acordo com a legislação, até 2027 as reduções de CO2 (gás carbônico) na capital devem ser de 50% e até 2037, de 100%. Por sua vez, as diminuições de MP (materiais particulados) devem ser de 90% até 2027 e de 95% até 2037. As emissões de óxidos de nitrogênio devem ser reduzidas em 80% até 2027 e em 95% até 2037.

As informações são da Prefeitura de São Paulo

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -