- Publicidade -

Há muito tempo nos jardins, floriculturas, paisagismo e eventos diversos, as rosas conquistaram o mundo por suas cores, beleza e aroma. Originalmente de regiões temperadas e frias, esse arbusto é tão popular que é cultivado em todo o mundo e é um dos negócios de flores mais rentáveis.

Plantar rosas é plantar saúde também, pois as flores das roseiras têm propriedades que atuam como sedativo, antidepressivo, previne o envelhecimento, combate ao estresse, úlceras e problemas cardíacos, entre tantos outros benefícios.

Sabendo de tudo isso, tenho certeza de que agora você vai querer plantar rosas e lutar por uma vida mais saudável! Nos próximos passos ensino como plantar rosas orgânicas, e você verá que não é nada complicado.

- Publicidade -

De acordo com o especialista em Agricultura Orgânica Thiago Tadeu Campos, para plantar rosas orgânicas você deve observar algumas características que elas preferem, como local e época de plantio, temperatura, luminosidade, solo e irrigação, para então de fato fazer o plantio. Isso vai fazer seu cultivo ficar mais barato por redução de perdas e vai te garantir rosas de maior qualidade.

Local e época de plantio

As rosas vêm de arbustos de 0,60 cm, quando é uma mini-roseira, 1,20 m as híbridas e até 3 m as trepadeiras, podendo ser cultivadas em diversos espaços.

Você pode cultivar as rosas em canteiros ou mesmo em vasos. Lembre-se de verificar o porte da sua roseira para plantar em um local de acordo, que tenha um tamanho em que ela possa se desenvolver bem.

A época mais indicada para o plantio é na segunda metade do outono até a primeira metade da primavera. Evite meses muito quentes.

Temperatura e ambiente

Foto: iStock

As roseiras se desenvolvem bem em locais com temperaturas de 25 a 30ºC, e em ambientes mais arejados.

Luminosidade

Esta planta precisa de muito sol. Escolha um local para plantar que receba pelo menos 7 horas diárias de luz solar direta.

Solo

As roseiras precisam de solos com boa drenagem, e de preferência solos argilosos, férteis, com pH entre 6,5 a 7.

Irrigação

Quando sua planta ainda for jovem e não tiver florescido, regue diariamente, com cuidado para não deixar o solo encharcado. Depois da primeira floração, você pode passar a regar uma vez por semana, no inverno, ou duas vezes por semana, no verão. Outro cuidado muito importante é não molhar as flores: se estiverem úmidas, podem atrair fungos e ficarem doentes.

Como plantar rosas orgânicas

Com todas as condições que indiquei acima levadas em consideração, é hora de realizar o plantio. Você vai perceber que plantar flores orgânicas é bem simples.

Caso tenha escolhido o plantio em canteiro, você precisa preparar um substrato para rosas. O solo deve ser remexido até 40 cm de profundidade com a adubação orgânica. Você pode fazer o adubo com uma mistura de 15 kg de esterco de gado curtido e 200 g de farinha de ossos, para cada metro quadrado, ou, adicionado ao esterco e à farinha, pode colocar húmus de minhoca também. Misture tudo muito bem e aguarde pelo menos uma semana para então realizar o plantio definitivo.

Foto: iStock

Nos canteiros, o espaçamento deve ser de 0,30 m entre plantas para as mini-roseiras, 0,60 m para roseiras híbridas, e para as trepadeiras e silvestres, o espaçamento deve ser de 1 m entre as plantas.

Caso tenha escolhido plantar em vaso, escolha um com um furo no fundo, coloque pedras para drenar e então adicione o solo adubado. Agora é só colocar sua muda e fazer a rega.

Poda

A poda pode ser feita após um ano do plantio. Os melhores meses para essa atividade é em julho e agosto. As podas então poderão ser feitas todos os anos.

Manutenção

As roseiras são muito atacadas por fungos. Mas isso tem solução! Primeiro, previna as doenças causadas por fungos ao controlar bem a umidade: não deixe o solo encharcado ou a planta molhada. Se não for suficiente, aplique fungicidas orgânicos. Livre-se de outras pragas como insetos também com inseticidas orgânicos.

Uma medida é fazer a poda de limpeza para que sua roseira sempre floresça. Essa poda de roseira é feita cortando-se duas ou três folhas debaixo do botão. Cuidar da sua roseira é também ter atenção especial à adubação, pois ela precisa se nutrir. Faça essas adubações ao final da primavera e após a poda de inverno, para manter o vigor e dar os nutrientes necessários para brotações saudáveis. Você pode fazer esse adubo para rosas orgânicas em casa, com 2 kg de composto orgânico ou 20 litros de esterco curtido, 200 g de farinha de ossos e 100 g de torta de mamona, a serem misturados ao redor das plantas. Essa é só uma ideia, você pode pesquisar outras maneiras de fazer adubo orgânico com o que tiver à disposição.

- Publicidade -