- Publicidade -

Dois físicos da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Luiz Carlos de Lima e Marta Bueno de Moraes, desenvolveram um novo sistema de aquecimento da água por meio da energia solar. A tecnologia consegue elevar a temperatura da água de 60º C para 300º C por meio de nanotecnologia.

As pesquisas, iniciadas no Laboratório de Filmes Finos da universidade em 2004, deram origem à Nano Select, primeira empresa no Brasil a desenvolver por meio de nanotecnologia superfícies seletivas para coletores de energia solar, com alta capacidade de absorção de calor.

Segundo Lima, a nova tecnologia é capaz de reter até 98% do calor emitido pela radiação solar e aquecer a água cinco vezes mais que um aquecedor comum. As superfícies criadas pela Nano Select foram desenvolvidas a partir de filmes de alumínio recobertos com camadas finas de óxidos metálicos e podem ser empregadas em coletores solares para produção de energia térmica e elétrica, por meio de células fotovoltaicas.

- Publicidade -

A empresa chegou a ganhar o premio de Inovação Tecnológica, concedido pela Finep. Além disso, ela também ganhou acesso a recursos financeiros do fundo Prime, destinado à micro e pequenas empresas inovadoras. De acordo com Lima, graças aos recursos, a tecnologia poderá ser inserida no mercado, em escala industrial, no primeiro semestre de 2011.

+ Aparelho reaproveita calor do chuveiro e gera economia

+ Casa produz três vezes mais energia que o necessário para seu consumo

- Publicidade -