- Publicidade -

A empresa dinamarquesa de arquitetura Gottlieb Paludan teve uma idéia diferente para o armazenamento de energia elétrica ecologicamente correta. Pegar as ilhas mais isoladas e inabitadas e transformá-las em Ilhas “Green Power". A empresa quer utilizar as ilhas como geradores de energia utilizando o vento ou o sol – dependendo do clima – e então utilizar a água em torno da ilha para armazenar essa energia, que seria bombeada através de um sistema hidráulico.

O bombeamento de água é uma maneira simples e fácil de armazenar energia e já está sendo usado em várias partes do mundo. Normalmente, tem-se a idéia de que energia limpa não é confiável ou estável. Isso porque o sol brilha quando quer e o vento sopra quando há nuvens em volta. Porém, o sistema hidráulico de bombeamento permite que essa energia instável seja preservada de forma limpa e eficiente, para ser utilizada em outro momento.

A instalação seria formada por uma série de piscinas em diferentes níveis, bombas de água e pequenas cachoeiras. Quando há energia eólica ou solar fora de uso, essa energia serve para bombear água das piscinas baixas até as piscinas elevadas. Para produzir energia novamente, basta utilizar o movimento da água e gerar energia hidráulica.

- Publicidade -

A empresa Gottlieb Paludan citou algumas regiões do mundo que seriam compatíveis com a criação das ilhas "Green Power": Dinamarca, Flórida Keys (EUA), Jiangsu (China), Manama (Baharain – Golfo Pérsico) e Tamil Nadu (Índia). Esses locais são repletos de ilhas inabitadas e com condições climáticas favoráveis. A Gottlieb Paludan aponta que a hidroeletricidade é muito utilizada em regiões montanhosas para armazenar e controlar o fluxo de energia eólica. As bombas criadas por eles irão bombear cerca de 75% da energia capturada na primeira coleta.

Para mais informações sobre o projeto clique aqui.

+ Arquitetos idealizam 'Ilha Reciclável' no meio do pacífico

+ Espanha se torna líder mundial em energia solar

- Publicidade -