- Publicidade -

A construção da primeira fábrica de motos elétricas do Brasil já está com data marcada. A empresa Kasinski, que foi comprada pelo grupo chinês Zongshen, anunciou que investirá R$ 20 milhões para a construção da fábrica, no Rio de Janeiro.  A nova sede deve começar a produzir no primeiro semestre de 2011.

O grupo Kasinski criou uma nova empresa, a CR Zongshen que será responsável somente pela produção das motos, scooters e bicicletas elétricas. A projeção é de que sejam fabricadas dez mil unidades por mês. O primeiro modelo elétrico foi fabricado, no último mês na unidade da empresa em Manaus.

Assim que a fábrica em território fluminense for inaugurada, toda a produção de modelos elétricos será transferida para lá. A escolha da empresa, pelo estado da região sudeste, foi influenciada pelo potencial consumidor, posição estratégica e aumento nas oportunidades geradas pelos grandes eventos esportivos que serão realizados no estado nos próximos anos. A cidade sede da empresa ainda não foi escolhida.

- Publicidade -

As motocicletas terão autonomia média de 60 quilômetros, que podem variar de acordo com o terreno ou o peso do condutor. A velocidade atingida pelos equipamentos ainda não foi divulgada. Mas, a empresa garantiu que os valores serão equivalentes aos cobrados pelas motos movidas à combustão.

As scooters de dois mil watts serão comercializadas a R$ 5.290 e as bicicletas, que poderão ser movidas à eletricidade ou operadas por perdais custarão R$ 1.490.

Com informações do Estadão

+ Empresa Verde Bike comercializa bicicletas elétricas no Brasil

+ Carro elétrico roda mil quilômetros com apenas uma carga

- Publicidade -