- Publicidade -

Christine Outram e um grupo de estudantes do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) foram os vencedores da competição "James Dyson". O prêmio foi obtido graças a criação da "Copenhagen Wheel" – uma roda que transforma uma bicicleta normal em uma bicicleta elétrica.

Essa roda permite aos ciclistas capturarem a energia dissipada durante a pedalada e guardá-la para o caso de precisarem de um “incentivo” em outro momento. Como a bike possui tecnologia de ponta, a "Copenhagen Wheel" pode ser controlada por meio do smartphone do ciclista.

Desenvolvida por um pequeno grupo de estudantes, no Laboratório SENSEable, do MIT, a "Copenhagen Wheel" é um novo modelo de mobilidade urbana e sustentável. Ela melhora a experiência do ciclismo, oferece um transporte alternativo aos carros e ainda estimula a prática esportiva e a criação de uma comunidade de ciclistas nas cidades.

- Publicidade -

Prática, ágil e elegante, ela transforma, rapidamente, bicicletas já existentes em híbridas bicicletas elétricas, com regeneração de energia e capacidade de absorver a energia produzida.

Seu lustroso eixo vermelho não contém apenas um motor, baterias e um sistema de engrenagens, mas também possui sensores de localização e meio ambiente, que fornecem dados para os aplicativos de ciclismo nos smartphones. Os ciclistas podem utilizar esses dados para planejar rotas saudáveis e atingir seus objetivos de exercício. A tecnologia também pode ser uma ótima maneira de conhecer outros ciclistas.

+ Brasil terá fábrica que produzirá, exclusivamente, motocicletas elétricas

+ Empresa transforma iPhone em computador de bordo para bikes

- Publicidade -