- Publicidade -

A designer francesa Julien Moise criou um inédito conceito de relógio de pulso. O diferencial dele é o aproveitamento da energia eólica. Dessa forma, para o usuário conseguir enxergar o visor é preciso somente assoprá-lo.

Pelo que se sabe da história, o primeiro relógio de pulso foi feito para a princesa de Nápoles, irmã de Napoleão Bonaparte. O brasileiro Alberto Santos Dumont, o pai da aviação, também tem um espaço importante na história dos relógios de pulso. Vários tipos e modelos já foram feitos, mas nenhum se assemelha a esta novidade francesa, que parece ter surgido de um desses filmes norte-americanos de agente secreto. O mecanismo que usa o vento como fonte de energia já existe há muito tempo, porém utilizá-la para mover um relógio de pulso, ainda é novidade.

Durante todo o tempo o relógio fica escuro, apagado, como se não funcionasse. Somento com o vento a luz  é acesa e enquanto a tela está iluminada o display azul mostra as horas.  Diferente dos relógios tradicionais, este não usaria a bateria o tempo todo. 

- Publicidade -

A invenção, batizada como Eole, tem uma roda (parecida com uma turbina) no entorno dos ponteiros que gera a energia através do vento e dos movimentos por ele proporcionados. A revista eletrônica Yanko Design dedicou uma pequena reportagem sobre o assunto. Na página, a maior parte dos comentários foram positivos. Um dos internautas chegou a comentar: “Tão limpo como a melhor arquitetura minimalista. Linhas simples e elegante e funcionalidade”.

No mercado os relógios de pulso já existem modelos movido a energia solar, como o da empresa Freestyle, que usa uma bateria que se carrega com raios solares. Em uma carga é possível captar doze meses de energia.

No Brasil há alguns exemplos de relógios ecológicos, como é o caso do artesão baiano Cláudio Nascimento que há algum tempo criou um relógio sustentável com fibra de piaçava, madeira, coco entre outros materiais. Hoje ele confecciona várias peças, todas originais e únicas.

Ainda há questões sem resposta e a principal dúvida é como o relógio mantém as horas corretamente sem bateria? Ele não desregula, o conteúdo interno do aparelho não é perdido? O site da designer não dá esclarecimentos, apenas fotos de suas criações, vídeo com o funcionamento e e-mail para contato. No entanto, a ideia já é um importante passo para que o descarte de baterias seja reduzido.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -