- Publicidade -

Durante uma competição internacional criada para o Dia Mundial da Paralisia Cerebral, um grupo de estudantes da Universidade de Virgínia, nos EUA, apresentou uma cadeira de rodas movida a energia solar. O equipamento, que pode atingir até oito quilômetros por hora, rendeu aos criadores um prêmio de 20 mil dólares.

A cadeira de rodas criada pelos alunos da Escola de Engenharia e Ciências Aplicadas da Universidade de Virgínia possui um teto, inspirado nos carros conversíveis, onde foram instaladas as placas fotovoltaicas. A energia do sol armazenada nos painéis alimenta as baterias do equipamento, e, quando a carga está completa, a cadeira de rodas tem autonomia de quase quatro horas e meia com velocidade máxima.

A versão criada pelos norte-americanos tem mais alcance do que as convencionais – já que os painéis solares são responsáveis por aumentar em mais de 40% o desempenho das baterias. Fora isso, o sistema de geração fotovoltaica também funciona bem em dias nublados.

- Publicidade -

Segundo o site Damn Geeky, além de usar a energia renovável como combustível, a cadeira de rodas também conta com saídas USB – nas quais podem ser carregados celulares, tablets ou outro gadget por meio da luz do sol. Além disso, o equipamento desenvolvido nos EUA atende a todas as exigências de uma cadeira de roda comum – como encostos para as costas, pés, braços e cinto de segurança.

Redação CicloVivo

- Publicidade -