A Unilever, proprietária de marcas como Dove, OMO, Seda, Ben & Jerry e Mãe Terra, se comprometeu com a redução absoluta de plástico em todo o seu portfólio e, assim, ajudar a criar uma economia circular do plástico.

Até 2025, a companhia se compromete a:

Reduzir pela metade o uso de plástico virgem – eliminando mais de 100 mil toneladas do material presente em embalagens – e acelerar a utilização de plástico reciclado;

Ajudar a coletar e processar um número maior de embalagens plásticas do que o que vende.

“O plástico tem seu lugar, mas este lugar não é o meio ambiente. Só podemos eliminar o seu desperdício agindo rapidamente e adotando ações radicais em todos os pontos do seu ciclo”, disse Alan Jope, CEO da Unilever. “Nosso ponto de partida é o design, que vai reduzir a quantidade de plástico que usamos e garantir que o material utilizado seja cada vez mais proveniente de fontes recicladas. Também estamos comprometidos em garantir que 100% de nossas embalagens plásticas sejam reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis”, completa.

Para tanto, o CEO explica que é necessário repensar profundamente a abordagem da Unilever às suas embalagens e produtos. “Isso exige que a gente introduza novos materiais e soluções inovadoras, que aumentem a escala de modelos de negócio – como os formatos de reutilização e refil – a uma velocidade e intensidade sem precedentes”, explica Jope.

O compromisso assumido pela Unilever vai exigir a coleta e processamento de cerca de 600 mil toneladas de plástico por ano até 2025, o que será feito por meio de investimentos e parcerias que melhorem a infraestrutura da gestão de resíduos nos países nos quais a Unilever opera.

“Nossa visão é um mundo em que todos trabalham juntos para garantir que o plástico fique na economia e fora do meio ambiente. Nosso plástico é nossa responsabilidade, portanto, também estamos comprometidos em coletar de volta mais do que vendemos, como parte do nosso esforço para uma economia circular. Essa é uma tarefa ousada, mas animadora e que ajudará a impulsionar a demanda global por plástico reciclado”, declara o CEO.

Criadora da fundação que leva seu nome, Ellen MacArthur valorizou a iniciativa da Unilever. “O anúncio de hoje é um passo significativo na criação de uma economia circular para o plástico. Ao eliminar embalagens desnecessárias por meio de inovações como refis e reutilização, ao mesmo tempo em que aumenta o uso de plástico reciclado, a Unilever está demonstrando como as empresas podem se afastar dos plásticos virgens. Pedimos que outras sigam seu caminho para que, coletivamente, possamos eliminar o plástico que não precisamos, fazer circular o que precisamos e, finalmente, criar um sistema econômico em que as embalagens plásticas nunca se tornem resíduos”, diz.

Gerar menos resíduo e coletar o que for gerado

1) Reduzir em 50% as embalagens de plástico virgem até 2025, com um terço (mais de 100 mil toneladas) proveniente de uma redução absoluta de plástico

Mais de 100 mil toneladas virão de uma redução absoluta, pois a empresa investe em embalagens de uso múltiplo (reutilizáveis e/ou refis) e em soluções “nenhum plástico” (materiais alternativos para embalagens ou produtos nus), além de reduzir a quantidade de plástico nas embalagens existentes (concentração). A substituição de embalagens de plástico não reciclado por reciclado será responsável pela redução restante.

A Unilever vai mensurar o total de plástico virgem utilizado anualmente em relação ao número de 2018 (ano base). Como resultado, a companhia se compromete a ter uma pegada de embalagens de plástico virgem de não mais de 350 mil toneladas até 2025.

2) Ajudar a coletar e processar mais embalagens plásticas do que vende até 2025

Este compromisso exigirá que a Unilever ajude a coletar e processar cerca de 600 mil toneladas de plástico por ano até 2025. Isso é menos do que a nossa pegada atual de embalagens plásticas de 700 mil toneladas (incluindo aquisições recentes) porque também reflete a redução absoluta de 100 mil toneladas com a qual a companhia se comprometeu acima.

Unilever cumprirá esse compromisso:

i) Com investimento direto e parcerias em coleta e processamento de resíduos;

ii) Com a aquisição e uso de plásticos reciclados em suas embalagens;

iii) Com a participação em programas ampliados de responsabilidade do produtor, nos quais a companhia paga diretamente pela coleta de suas embalagens.

Nos últimos cinco anos, a companhia tem colaborado com muitos parceiros na coleta de plástico, incluindo o Programa de Desenvolvimento das Nações Unidas, que ajuda a separar, coletar e reciclar embalagens por toda a Índia. Além disso, a empresa ajudou a estabelecer quase 3 mil bancos de resíduos na Indonésia, oferecendo a mais de 400 mil pessoas a oportunidade de reciclar seu lixo. Aqui no Brasil, a Unilever mantém uma parceria de longa data com o Grupo Pão de Açúcar para ajudar na coleta de resíduos por meio das estações de entrega.

Menos Plástico, Melhor Plástico, Nenhum Plástico

Desde 2017, quando a companhia assumiu os compromissos de, até 2025, ter 100% de suas embalagens de plástico reutilizáveis, recicláveis ou compostáveis e de nelas usar nelas ao menos 25% de plástico reciclado, a Unilever vem transformando sua abordagem em relação às embalagens plásticas por meio de seu modelo “Menos Plástico, Melhor Plástico, Nenhum Plástico”.

No pilar Menos Plástico, a Unilever vem explorando novos formatos de embalagem e de entrega de produtos, incluindo os concentrados como o novo CIF eco-refil – que elimina 75% do plástico, e as novas estações de recarga de xampu e detergentes para lavar roupa espalhadas por lojas, universidades e pontos de venda móveis no sudoeste da Ásia.

Na frente Melhor plástico, lidera inovações pioneiras como o novo pigmento detectável usado por Axe e TRESemmé, que torna o plástico preto reciclável, podendo ser visto e classificado por scanners de reciclagem.

No quesito Nenhum Plástico, a Unilever vem trazendo ao mercado inovações que incluem xampu em barra, pasta de dente em tabletes com embalagem retornável, escovas de dentes de bambu e desodorantes em bastão embalados em papel cartão. Também aderiu à plataforma Loop, que explora novas maneiras de fornecer e coletar produtos reutilizáveis na casa dos consumidores.

Como parte do anúncio de hoje, a Unilever postou um vídeo em seu site abordando a questão do plástico nos oceanos e se comprometendo a fazer sua parte para “tornar o planeta azul, azul novamente”: