sampa+rural
Horta Comunitária da Vila Nancy, em Guaianases, recebeu o selo da Sampa+Rural. | Foto: Marcela de Ré | Projeto Ligue os Pontos

A Prefeitura de São Paulo, por meio do Projeto Ligue os Pontos, vai reconhecer iniciativas de agricultura, mercados e turismo que contribuem para uma cidade mais rural, saudável e sustentável. Para isso, o Projeto está disponibilizando selos para serem colocados nesses lugares com o objetivo de visibilizar, articular e fortalecer esses atores e suas atividades. Hoje já são mais de 1400 locais elegíveis para receber os selos, todos mapeados na Sampa+Rural, plataforma digital e colaborativa que conecta iniciativas relacionadas à agricultura local sustentável e às zonas rurais da cidade.

Os selos serão fixados em lugar de fácil acesso aos frequentadores do local e contarão com QRcode para que se possa acessar o perfil correspondente na Sampa+Rural, obtendo informações como produtos e/ou serviços oferecidos, horários de atendimento, formas de contato e as conexões do estabelecimento com outras iniciativas presentes na plataforma.

Serão dois tipos de selos: “Nós Fazemos a Sampa+Rural” e “Aqui tem Produção de Sampa”.

Placa é colocada logo na entrada das propriedades. | Foto: Marcela de Ré | Projeto Ligue os Pontos

O selo “Nós Fazemos a Sampa+Rural” é o reconhecimento de que aquela iniciativa é parte de uma rede que fortalece uma cidade mais rural, mais saudável e mais sustentável. Todos os locais presentes na Sampa+Rural podem ter esse selo. São agricultoras e agricultores, hortas urbanas, mercados, pontos de ecoturismo, iniciativas da sociedade civil e políticas públicas ligadas aos temas da agricultura sustentável e da alimentação saudável. O objetivo é dar visibilidade aos paulistanos sobre essa ampla rede de lugares que estão por toda a cidade, além de facilitar a conexão entre eles, estimulando novos negócios.

Uma das pessoas que vai receber esse selo é a produtora rural Rose Duarte, que há sete anos trabalha com agricultura no distrito de Parelheiros, extremo sul da cidade. Ela possui certificação orgânica de produção e é especialista no cultivo das PANCs, isto é, as Plantas Alimentícias Não Convencionais.

“Além das PANCs, como azedinha, peixinho e capuchinha, estamos nos readequando para produzir frutas, principalmente morangos, todos orgânicos. O selo é muito importante pois traz visibilidade para Parelheiros, reconhece o nosso trabalho e contribui para frear a expansão urbana sobre o território. Vai ser ótimo ter mais esse reconhecimento!”, afirma Rose Duarte.

Os selos serão fixados em lugar de fácil acesso aos frequentadores do local. | Foto: Marcela de Ré | Projeto Ligue os Pontos

Já o selo “Aqui tem Produção de Sampa” vai identificar os estabelecimentos que comercializam produtos de agricultoras/es da cidade, como mercados, feiras, restaurantes, cafés e empórios. Todavia, esse selo somente será fornecido após a confirmação do Projeto Ligue os Pontos com quem eventualmente produz para esses estabelecimentos. O objetivo é valorizar os espaços que exercem um comércio justo e direto, fortalecendo a agricultura local.

É o caso da Terra Brasilis Orgânicos, empório de produtos orgânicos de Interlagos que há mais de um ano adquire produtos frescos e locais de produtores rurais, entre elas, da própria Rose Duarte.

“O nosso propósito está baseado no seguinte tripé: saúde, sustentabilidade e acessibilidade. O objetivo é que todos os povos, de diversos tipos de renda, adquiram produtos orgânicos. A instalação do selo traz transparência e nos garante credibilidade junto aos clientes”, destaca Edmundo Pereira Júnior, proprietário do Terra Brasilis Orgânicos.

Os interessados podem solicitar os selos por meio da área de contato da plataforma Sampa+Rural. No entanto, se ainda não tiver cadastro na plataforma digital, basta pedir a sua inclusão através desse link.

Sampa+Rural

A implantação dos selos vai ao encontro dos objetivos da Sampa+Rural, que é permitir a produtoras e produtores rurais da cidade reconhecimento e acesso a novos e melhores mercados, além de dar visibilidade para as demais iniciativas presentes nas zonas rurais, que corresponde a 28% do território do município.

Dona Severina possui um espaço de plantio há 14 anos em Itaquera e também obteve o selo. | Foto: Marcela de Ré | Projeto Ligue os Pontos

Lançada em setembro de 2020, a Sampa+Rural reúne informações de quem produz e de quem comercializa, além de trazer dados sobre os pontos de ecoturismo da cidade e iniciativas da sociedade civil e políticas públicas ligadas a esses territórios e temas.

Conheça a Sampa+Rural aqui.

Saiba mais sobre o projeto Ligue os Pontos.