O Itaú Unibanco anunciou esta semana a captação de mais de R$ 1 bilhão para financiar projetos de energia renovável e água no Brasil. Os recursos foram levantados a partir do IFC (International Finance Corporation) e outras três instituições internacionais, conforme noticiado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, o dinheiro já está sob os cuidados do banco e a instituição financeira começou a analisar os projetos que devem receber financiamento. O dinheiro será destinado a programas na área de energia renovável, eficiência energética, tratamento e captação de água e redução dos impactos climáticos.

A executiva responsável por Instituições Financeiras da IFC no Brasil, Ariane Di Iorio, explicou que a tendência é de que os créditos que envolvem programas sustentáveis continue a crescer em todo o mundo, no Brasil não seria diferente. Segundo ela, em 2012 os financiamentos na área foram de US$ 2 bilhões, em 2014 o número já havia subido para US$ 35 bilhões.

O banco brasileiro tem seguido este modelo. Nos últimos três anos, 42 projetos ligados à área de energia renovável foram beneficiados pelas linhas de crédito disponibilizadas pela instituição financeira.

Os beneficiados por estes empréstimos terão prazo de três a cinco anos para efetuar os pagamentos. O banco já deixa claro que as taxas de juros podem variar de acordo com o projeto apresentado e que o interesse é diversificar ao máximo a quantidade de receptores de recursos. 

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.