O site Booking.com transformou uma residência em São Paulo em uma acomodação exclusiva para os foliões. A ação foi realizada, durante o carnaval, em parceria com a cantora Fafá de Belém e teve como destaque a preocupação ambiental: todos os utensílios usados na casa eram reutilizáveis ou recicláveis.

Exemplo disso foi que todas as bebidas oferecidas eram em lata, embalagem com maior índice de reciclagem do Brasil e que é infinitamente reciclável. Os foliões contaram ainda com um “welcome kit” com pochete, viseira, copo dobrável e sacola de pano, todos reutilizáveis, além de glitter biodegradável. “Pensamos em cada detalhe dessa ação, para que estivesse em linha com os pensamentos da Booking.com em respeito ao meio ambiente”, afirma Luiz Cegato, Gerente de Comunicação da Booking.com para a América Latina.

Todo lixo da casa foi separado e descartado corretamente. Além disso, os jogos de roupa de cama e banho utilizados pelos hóspedes serão doados para uma ONG em São Paulo.

Casa da Fafá

A Casa da Fafá – Booking.com acolheu foliões em São Paulo nos dias 24 e 25 de fevereiro para uma verdadeira imersão carnavalesca, que incluiu quartos temáticos dos carnavais mais famosos do Brasil e experiências exclusivas com a Fafá.

“Esta parceria com a Booking.com, além de ser uma honra, porque eu uso o serviço desde que a empresa foi criada, me surpreende cada vez mais, pois compartilhamos os mesmos pensamentos. Temos que pensar no amanhã, na sustentabilidade, na cadeia produtiva, de que forma podemos ser melhores para o mundo. Assim são as grandes ações. A gente começa na nossa casa e vai contaminando positivamente quem está ao redor”, afirma Fafá de Belém.

Carnaval e lixo

Passado a folia, chega o saldo. Na cidade do Rio de Janeiro, foram recolhidas 300 toneladas de resíduos, enquanto na capital paulista foram 560 toneladas. Uma foto impressionante publicada na National Geographic dá uma pequena dimensão da quantidade de lixo que é produzido mundialmente nos festejos carnavalescos. A imagem ilustra o artigo: É hora de repensar o Mardi Gras – sem toneladas de miçangas de plástico.

Por aqui, os colares plásticos brilhantes não são tradição, como em países europeus e Estados Unidos. Mas, nem por isso deixa de ser preocupante a quantidade de resíduos produzidos em tão pouco tempo e, pior, quase sempre descartáveis. Copos, fantasias, glitters, acessórios e garrafas são apenas alguns dos muitos itens que inundam as ruas durante a passagem de blocos.

Inclusive, é comum as marcas, em ação de marketing, contribuir com este cenário ao distribuírem itens desnecessários que serão descartados na primeira oportunidade. Por isso, é interessante a iniciativa da Booking.com, dando exemplo de que a festa carnavalesca não precisa ser sinônimo de produção de lixo. Mas, é preciso fazer a lição de casa implementando soluções políticas ao longo do ano para que um dia a consciência ambiental seja tão habitual como saber que o Brasil é o país do Carnaval.

A ação da casa sustentável mostra que a plataforma está atenta ao mercado das viagens sustentáveis. E não é sem razão. Segundo pesquisa encomendada pela própria Booking, 87% dos viajantes globais acham importante considerar propriedades sustentáveis em suas viagens. E é lógico que a companhia não quer ficar de fora desta oportunidade.

Leia também:

92% dos brasileiros querem se hospedar em acomodação ecológica este ano

Booking.com anuncia € 2,6 milhões para ajudar acomodações sustentáveis em 2020