Hilton lança desafio para reciclar 1 milhão de barras de sabão usadas

Mais de 3 mil crianças morrem de doenças evitáveis ​​relacionadas à higiene todos os dias.

Desde 2018, a ONU instituiu o Global HandWashing Day ou, em português, o Dia Mundial da Lavagem das Mãos. A princípio pode parecer besteira, mas a data não foi criada à toa: o simples ato de lavar as mãos com sabão pode reduzir a incidência das taxas de diarréia entre crianças menores de cinco anos a quase 50%, afirma o órgão. Para apoiar a iniciativa, o famoso hotel Hilton está planejando uma ação conjunta para reciclar um milhão de barras de sabão, o Clean the World Challenge.

A proposta é que a empresa Hilton, que é composta por uma série de marcas, entre elas Hilton Garden Inn, Hampton by Hilton e All Suites, desafie os donos de hotéis e membros da equipe a coletarem as barras de sabão que são deixadas pelos hóspedes. A ideia é alcançar a marca de um milhão de novos sabões até o dia 15 de outubro, quando é celebrado o Global HandWashing Day. Os produtos então serão distribuídos às comunidades necessitadas pela ONG Clean the World.  

Reutilizando o mesmo sabão?

O sabão descartado é triturado, higienizado e cortado em novas barras de sabão. Os frascos usados no banheiro também são reaproveitados para kits de higiene ou reciclados. “Cerca de 2,3 bilhões de pessoas em todo o mundo não têm saneamento básico e mais de 3.500 crianças morrem de doenças evitáveis ​​relacionadas à higiene todos os dias. Este desafio fará uma diferença significativa para inúmeras pessoas necessitadas”, afirmou Shawn Seipler, fundador e diretor executivo da Clean the World.

Outras frentes

Além do desafio que tem data para acabar, a companhia possui um plano de responsabilidade corporativa onde se compromete a, até 2030, reduzir sua pegada ambiental pela metade e dobrar seus investimentos em projetos de impacto social. Entre ações mais específicas, destaca-se seu compromisso a não mais enviar sabão para aterros sanitários.