O Filtro de Partículas para Gasolina (GPF) é uma nova tecnologia capaz de tratar até 95% das partículas dos motores a gasolina, criada pela Umicore, fabricante de catalisadores automotivos. A solução elimina as partículas de fuligem (carbono) que são emitidas pelos automóveis equipados com sistema de injeção direta, utilizado para aumentar a eficiência no consumo deste combustível.

A tecnologia auxiliará as montadoras a atenderem à nova legislação de emissão de poluentes (Euro 6) para veículos de passeio, que estabelece limites mais rígidos para o número de substâncias nocivas emitidas por veículo.

Concebido no Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Catalisadores Automotivos da Umicore em Hanau (Alemanha), o projeto foi resultado de um estudo conjunto entre a empresa e o instituto suíço EMPA (Laboratórios Federais de Ciência e Tecnologia de Materiais), e contou, também, com o apoio de parceiros fornecedores de substratos e filtros e desenvolvedores de sistemas de gestão do motor.

“Testes extensivos em veículos foram executados para que pudéssemos entender os desafios para formatação desta tecnologia. Uma das grandes vantagens do motor com tecnologia de injeção direta e que passará a utilizar o GPF é que, além de ser mais eficiente na queima do combustível, o sistema contribui significativamente na redução de partículas de carbono”, afirma Stephan Blumrich, vice-presidente e gerente geral da Unidade de Catalisadores Automotivos da Umicore na América do Sul.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.