Uma empresa em São Paulo praticamente não utiliza água para lavar os carros. Para que isso fosse possível, o dono do negócio, Marcos Mendes, pesquisou durante um ano até chegar ao formato de sua lavagem ecológica.

O empresário já era dono de um lava rápido tradicional quando decidiu montar um novo modelo de negócio. Foram investidos 500 mil reais na formatação de uma franquia e hoje Mendes já possui uma grande rede.

A Acquazero não utiliza água, porém a lavagem do carro não é realizada a seco. As substâncias utilizadas são líquidas, usadas na quantidade necessária para que a sujeira seja retirada sem que qualquer dano seja causado. De acordo com a rede, são usados apenas 200 mililitros de água para dissolver os produtos.

A lavagem ecológica produz um leve enceramento protegendo a pintura por um período maior que nos métodos tradicionais, além de ser totalmente biodegradável. O veículo ainda ganha, após a limpeza, uma película antiaderente e hidro-repelente.

Nesse processo são economizados cerca de 316 litros de água em média por carro lavado. Além disso, o sistema deixa de gerar a mesma quantidade de esgoto ou outros resíduos químicos e detritos.

Todos os produtos utilizados são certificados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O serviço de lavagem completo em um veículo pequeno, médio ou grande pode ser realizado entre 40 e 55 minutos.

A rede foi criada há mais de três anos, as lojas estão implantadas em todo o país. Há cinco modelos de franquia, que demandam investimentos entre R$ 5,5 mil e R$ 25 mil. Com informações do PEGN.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.