Morrison sacolas de papel Inglaterra
Foto: Divulgação | Morrison

Oito lojas da rede Morrison, a 4ª maior da Inglaterra, estão testando sacolas de papel, em substituição às sacolas plásticas. Caso os resultados sejam positivos, todas as 494 da rede irão eliminar as sacolas plásticas – um total de 90 milhões de unidades distribuídas anualmente.

O objetivo é que a empresa deixe de usar mais de 3 mil toneladas de plástico por ano com a medida. “Acreditamos que nossos consumidores estão prontos para esta mudança, já que existe um desejo de diminuir o consumo de plástico e o seu descarte no ambiente”, aposta o executivo da rede David Potts.

“Sabemos que muitas pessoas já levam sacolas retornáveis para as lojas e, quando elas esquecerem estas sacolas, poderemos oferecer uma alternativa de papel que também pode ser reutilizada”, explica Potts.

O novo modelo de sacola tem capacidade para carregar até 16kg, tem alças reforçadas e não deixa nada a desejar para a versão de plástico.

Cada vez menos sacolas plásticas

Outras redes de supermercado do Reino Unido também seguem por este caminho. A Sainsbury deixou de oferecer sacolas plásticas no setor de frutas e hortaliças e a gigante Tesco declarou que não usa sacolas plásticas em seu serviço de delivery desde 2019, deixando de gerar 2 toneladas do material por ano.

Pesquisas recentes mostram que o número de sacolas de plástico de uso único caiu 95% entre as grandes redes de supermercado na Inglaterra desde 2015, quando uma taxa de £ 0,05  passou a ser cobrada de consumidores que usassem sacolas plásticas em suas lojas.

Antes da cobrança desta taxa, a estimativa era de 7,6 bilhões de sacolas plásticas usadas nas grandes redes de supermercado por ano. De acordo com o Departamento do Meio Ambiente, em 2019 este número já estava em 226 milhões de sacolas, 322 milhões abaixo do total usado em 2018.