mais influentes TIME
Foto à esquerda Midia Ninja. Foto à direita Rogan Ward | For Nature
- Publicidade -

A líder indígena Sônia Guajajara e o pesquisador brasileiro Tulio de Oliveira entraram para a lista anual da revista norte-americana Time das 100 pessoas mais influentes do mundo. 

Personalidade importante da luta pelos direitos dos povos indígenas, Sônia Guajajara é Coordenadora Executiva da Articulação dos povos indígenas do Brasil (APIB). Foi a primeira mulher indígena a se candidatar ao Executivo federal, em 2018, como vice-presidente e agora é pré-candidata à deputada federal pelo PSOL em São Paulo.

Ela também integra o grupo de lideranças indígenas femininas que traz mais visibilidade aos debates do movimento indígena nas redes sociais. Mas, sua atuação vai muito além da tela: seja em protestos na rua ou em debates internacionais, Sônia Guajajara se faz presente. Exemplo disso é que às vésperas da Assembleia Geral da ONU, em setembro de 2021, foi convidada a participar de um evento internacional sobre justiça climática e de gênero.  

- Publicidade -
Sonia Guajajara
Sonia Guajajara com Eloy Terena e e Maurício Terena no STF. | Foto: Apib

Tanto destaque não passa despercebido. Em de abril de 2021, Sonia Guajajara foi intimada pela Polícia Federal, por solicitação da Funai. A acusação era de difamação ao governo federal por conta da websérie Maracá, a qual denuncia violações de direitos cometidas contra as populações indígenas no contexto da pandemia da Covid-19. Na época, organizações manifestaram apoio à Sonia Guajajara e a própria Justiça Federal determinou o arquivamento do inquérito.

Sonia Guajajara influente
Em 2022, pré-candidata a deputada federal. Foto: Perfil pessoal – Twitter

Já Tulio de Oliveira, que também integra a lista, destacou-se por liderar o grupo que identificou a variante ômicron na Universidade de Kawa-Zulu-Natal. Ele é diretor do Centro de Pesquisa em Epidemias na África do Sul, onde vive desde 1997.

Natural de Brasília, Oliveira se formou na UFRGS, onde formou-se como biotecnólogo. Em dezembro de 2021, Oliveira já havia entrado para a lista dos 10 cientistas mais influentes do ano pela revista científica Nature.

LEIA TAMBÉM

- Publicidade -