Em fevereiro de 2016, o governo da Lituânia implementou um sistema de coleta de plástico, incentivando os cidadãos a devolverem garrafas e embalagens dos produtos consumidos para a reciclagem. Para combater a geração de lixo e aumentar a quantidade de material coletado, consumidores pagariam uma taxa extra de €0.10 sempre que comprassem garrafas ou embalagens plásticas e o valor seria devolvido com o depósito do material nos coletores.

O então Ministro do Meio Ambiente,  Kęstutis Trečiokas, deu início à coleta em 2013. No ano seguinte o projeto de lei foi levado ao parlamento e incluía vidro, garrafas PET e embalagens metálicas de bebidas com capacidade de 0,1 a 3 litros.

No final de 2016, toda a população já estava sabendo do novo sistema de depósito e pelo menos 89% já tinham usado os coletores pelo menos uma vez. Quase 60% dos consumidores declararam encaminhar suas embalagens para reciclagem e mais de 78% classificaram o novo sistema de reciclagem como bom e necessário.

Antes da implantacão, apenas um terço das embalagens de bebida eram recicladas no país. A meta inicial era de 55% de embalagens retornando para a reciclagem com os coletores, mas este percentual chegou a 74,3% em 2016 e a 91,9% já no final de 2017.

Operação abrangente

A operação do sistema inclui dados o fornecimento de todos os dados sobre o material coletado, relatórios de reciclagem, logística de coleta e material de comunicação e conscientização para produtores e consumidores. O valor para a operação é pago com a venda dos recicláveis e pelas empresas que vendem bebidas em embalagens de PT, vidro ou latas.

Para garatir que os pontos de coleta fossem acessíveis a todos os consumidores, o governo implantou um sistema de coleta que obriga as grandes lojas que vendem bebidas a disponibilizarem um coletor além de oferecer unidades para lojas menores que queiram aderir ao sistema.

Os consumidores recebem o reembolso do valor das embalagens em dinheiro ou crédito para ser gasto nas próprias lojas, o que estimula o comércio.

“Temos a responsabilidade de cuidar do nosso país, da nossa sociedade e da natureza. Por isso desenvolvemos um sistema de coleta de recicláveis acessível a todos os cidadãos, produtores, importadores e comerciantes”, diz Saulius Galadauskas, presidente da Associação Lituana de Cervejeiros. “Temos orgulho do nosso sistema de reciclagem que nos aproxima do que queremos: um país mais limpo, mais bonito e moderno”.

Além de reciclar 92% das garrafas de plástico, o sistema garante boas taxas de coleta e posterior reciclagem para garrafas de outros materiais – 83% para o vidro e 93% para as latinhas.