A artista plástica Mônica Turato originou em Itapema (SC) um projeto que transforma restos de materiais de construção que iriam para o lixo em robôs adoráveis. Este, aliás, é o nome do projeto de Mônica, que encontrou na reutilização de materiais como madeira, plástico e metal uma maneira de combater a poluição de resíduos sólidos e inspirar pessoas a olhar para o próprio lixo que produz.

Mônica contou em entrevista ao portal Folha do Estado SC que a ideia surgiu há três anos, quando ela chegou em Itapema. De acordo com Mônica, o descarte de peças que poderiam ser reutilizadas chamou sua atenção. A mineira que hoje vive em Santa Catarina e atua na construção civil, transforma restos de madeira, arames, pregos, serras, fios e lixo doméstico em Robôs Adoráveis. Muito carismáticos e divertidos, os robôs transmitem ideais e emoções.

O resultado do trabalho de coleta e seleção do material e da imaginação de Turato já pode ser conferido na conta de Instagram do projeto onde a artista reúne todos os robozinhos que montou até agora.  “Logo na primeira postagem nas redes sociais as pessoas enlouqueceram e passaram a mandar mensagens e fui fazendo um atrás do outro. Alguns ganharam até nome”, disse ao jornal catarinense. Pipo, Camila, Billy, Rejuntado, Rex e até um robô com título de médico, Dr. Hélcio Varella, integra a coleção.

Os nomes, Mônica conta, são escolhidos com a ajuda do público que participa de suas oficinas ou das exposições que faz. Ela recebe sugestões de nomes e então faz sorteios para batizar cada obra que produz.

Repercussão e reconhecimento

Seus modelos exclusivos e totalmente sustentáveis chamaram atenção de mobilizadores da campanha Lixo Zero e de educadores ambientais que veem em suas criações um importante instrumentos de sensibilização ambiental.

“O contato das crianças com os robôs desperta curiosidade e graça, além de facilitar o diálogo sobre os impactos que causamos no meio ambiente, alertando gerações sobre o futuro do Planeta e promovendo reflexões sobre mudança de hábitos e estilos de vida”, opina a artista.

Nas redes sociais do projeto, Mônica sempre compartilha com seu público o feedback que recebe e as mensagens de seguidores onde depõem sobre peças que fizeram inspirados no trabalho dela. “Fiz um robô com inspiração nos seus para mostrar aos alunos a importância da reutilização de resíduos. Obrigada por incentivar e ser exemplo!”, diz uma das diversas mensagens que recebe e compartilha com seus seguidores.

Já o reconhecimento pela campanha Semana Lixo Zero veio em forma de convite à artista para a fazer uma mostra de suas peças. Os Robôs Adoráveis poderão ser vistos no dia 28 de outubro durante a exposição da campanha em Balneário Camboriú (SC).

Até lá, confira algumas das obras das artistas abaixo.