O movimento apelidado de “Mais amor por favor” é um projeto que teve início em São Paulo, com o intuito de levar uma reflexão às pessoas que se locomovem diariamente em meio à loucura que é a capital paulista. Inicialmente, a frase era divulgada nos orelhões.

Todo o conceito foi pensado de maneira a destacar a frase em meio às coisas cotidianas da cidade. No começo, a intervenção era bastante discreta. Depois a frase passou a ser pintada em muros, com letra cursiva para se diferenciar dos pixos tradicionais.

Com o passar do tempo, a expressão ganhou versões em cartazes. Essa ferramenta tornou os mutirões mais comuns. Através de ações divulgadas pela página do projeto no Facebook, os internautas são convidados a participar das colagens coletivas.

A ideia nasceu em 2009, conforme informado pelo site oficial do projeto, e aos poucos foi se espalhando pela cidade de São Paulo. Hoje o “Mais amor por favor” já alcançou nível nacional, com ações realizadas em muitas outras localidades, como Porto Alegre e Brasília.

No site oficial do projeto, os idealizadores lembram que a proposta não pretende ser agressiva, mas as paredes da cidade são bons locais para atrair a atenção das pessoas às coisas boas.

Aos interessados, o site disponibiliza uma loja virtual em que é possível adquirir camisetas e cartazes em que está estampada a frase que é mote do projeto.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.