No próximo sábado, dia 28, o Verdejando encerra os mutirões de 2019 com o plantio coletivo do Bosque das Maritacas. A ação, realizada em parceria com a Subprefeitura da Sé, vai dar uma nova cara para umas das regiões mais áridas e permeáveis da cidade.

Localizado na Avenida do Estado com a Rua da Figueira, o terreno que tem 3700m² receberá mais de mil mudas nativas da Mata Atlântica. Respeitando a diversidade que esse bioma requer, serão plantadas mais de 100 espécies, com destaque para o Jatobá, Cambuci, Embaúba, Figueira e Jerivá.

Para trazer de volta uma paisagem que já foi característica de São Paulo, também será plantado um trecho de cerrado paulista com capins, chamaecristas, calliandras, vassourinhas, entre outros. O plantio será feito a partir da semeadura direta, uma técnica inovadora que vem sendo utilizada no centro-oeste do país para recuperar o cerrado.

O mutirão contará com a orientação de plantio dos grupos Pedra 90, Ohquídea, Selvagem Urbano, Anjos da Mata Atlântica, Muda Mooca, entre outros. Também recebe apoio da Árvore Generosa, Green Nation e Novas Árvores por Aí, que colaboram com mudas, voluntários e dedicação.

O local de plantio está na Avenida do Estado com a Rua da Figueira.

Além do plantio, haverá resgate de orquídeas com Ohquídea, oficina de plaquinhas para as crianças com o Selvagem Urbano e uma apresentação do Taikô Kiendaiko, às 12h.

Mutirão Bosque das Maritacas

O nome do bosque vem do desejo de atrair maritacas, espécie nativa, por meio da plantação de Jerivás – uma palmeira também tipicamente brasileira.

Data: 28/09 – Das 9h às 17h
Local: Rua da Figueira, alt. nº 649

Como chegar:

De metrô: Estação Pedro II – Linha Vermelha – Na saída da Rua da Figueira, siga por 90 metros sentido Radial Leste.
De bicicleta: Temos bicicletário
De carro: a recomendação é estacionar na Rua Azevedo Junior

A participação é gratuita e livre para todas as idades.