Dois terremotos atingiram drasticamente o Nepal entre abril e maio deste ano. O primeiro deles, de 7.9 graus, foi o mais fatal – o pior registrado na região nos últimos 81 anos -, e motivou três amigos a promoverem uma campanha em prol das vítimas.

O trio, formado por Guilherme Samel, João Pedro Demore e Rodrigo Siqueira, lançou o “AjudaNepal” no site de financiamento coletivo Eco do Bem. Eles explicam que o dinheiro arrecadado será encaminhado para instituições e projetos humanitários de socorro e reconstrução de áreas devastadas pelo terremoto. O grupo também garante selecionar instituições e projetos humanitários confiáveis.

“A dor é imensa, mas pode ser diminuída. Precisamos arrecadar para a compra de material hospitalar, de construção e demais itens emergenciais”, diz o texto da iniciativa. Até o momento já foram arrecadados R$ 9.355 com a ajuda de 75 pessoas. A campanha ficará disponível online por mais seis dias.

“Reduzimos todas as taxas possíveis nessa captação e esperamos que a generosidade do povo brasileiro apareça mais e mais”, afirma Izabella Ceccato idealizadora da plataforma de financiamento colaborativo. Veja aqui como ajudar.

Além do financiamento, o grupo ainda criou o site Ajuda Nepal e o grupo no Facebook Ajuda Nepal

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.