O Smart Living Challenge, desafio mundial organizado pelo Swedish Institute e seus parceiros, desembarca novamente no Brasil com o intuito de desenvolver um projeto que será aplicado na Cidade Universitária da UFRJ, visando a sustentabilidade das cidades.

“O alto nível de empreendedorismo entre os jovens aliado às demandas existentes no Brasil e na cidade do Rio de Janeiro na área de mobilidade resultam num ambiente propício para viabilizarmos, novamente, esse desafio no país. O nosso grande intuito é apoiar ações que inovem a forma como as pessoas se relacionam com seu entorno por meio de projetos de baixo custo e alto impacto no dia a dia de todos”, afirma Per-Arne Hjelmborn, Embaixador da Suécia no Brasil.

O desafio foi criado com o objetivo de incentivar discussões e desenvolvimento de projetos sob três grandes temas: Transporte (Move), Alimentação (Eat) e Moradia (Live). Em 2015, três países participam desse desafio: o Brasil focará no tema Transporte; a Sérvia desenvolverá o de Moradia; e a Zâmbia o de Alimentação.

A Cidade Universitária da UFRJ, no Rio de Janeiro, é a cidade escolhida para o projeto-piloto ligado ao tema ‘Move’. Com o mote “De ideias para a realidade”. O desafio, se bem-sucedido em sua aplicação, pode vir a ser ampliado para o Rio de Janeiro ou para qualquer outro lugar do mundo. Além disso, o projeto será exibido durante a COP21, a ser realizada em Paris, França, no final do ano.

Quem pode participar

O intuito é reunir estudantes de graduação, professores do ensino superior e jovens profissionais das mais diversas áreas do conhecimento, que tenham espírito inovador e ideias criativas, para trabalharem a questão da mobilidade sustentável dentro da UFRJ.

Alunos provenientes de outras universidades, bem como jovens profissionais, poderão se inscrever até 31 de maio enviando seu interesse de participação à comissão organizadora do evento. Embora o desafio seja aberto a participantes de todo o Brasil, um importante pré-requisito é a disponibilidade para realizar encontros semanais presenciais no Rio de Janeiro durante o período do projeto, três meses. Também é necessário a fluência na língua inglesa.

Como se inscrever

Os interessados no desafio devem enviar um e-mail para [email protected], com os seguintes tópicos: breve background acadêmico e profissional, sua motivação para se inscrever no desafio e sugestão de ideia para o projeto de mobilidade para a Cidade Universitária da UFRJ (em aproximadamente 15 linhas) e dados de contato, como telefone e e-mail.

Os vencedores

Um júri composto por profissionais como arquitetos, empreendedores, professores e membros da Embaixada da Suécia e do Fundo Verde da UFRJ julgarão as melhores ideias e perfis de aplicantes. Serão seis os escolhidos que, durante três meses, irão desenvolver um projeto em conjunto, sob a tutoria de facilitadores da Hyper Island.

Clique aqui para mais informações. 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.