Ficar em casa é a orientação da Organização Mundial de Saúde e uma atitude que podemos tomar para conter a pandemia causada pelo coronavírus.

Infelizmente, ter uma casa para ficar com segurança e dignidade não é a realidade de todos os brasileiros. Segundo o último levantamento do IBGE, 26,6 milhões de brasileiros vivem em moradias construídas com materiais não duráveis, com pouco espaço e/ou sem banheiro. 

Pensando em ajudar as pessoas que estão nesta situação tão vulnerável, a TETO Brasil, organização internacional que trabalha há mais de 10 anos junto a comunidades de 19 países da América Latina, lançou uma campanha online para arrecadar recursos  e amparar as pessoas que moram em favelas  de São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Minas Gerais, Paraná e Pernambuco.

Com o valor mais de 1000 famílias vão receber cestas básicas, galões de água e um kit de higiene, com água sanitária e detergente. São famílias que já são acompanhadas pela TETO Brasil e que precisam de apoio neste momento de emergência.

Para doar, acesse a página da campanha aqui.

Foto: Reprodução Instagram | TETO Brasil

Nota do CicloVivo: O isolamento social é uma recomendação que precisa ser seguida para diminuir a velocidade do contágio pelo coronavírus, ação fundamental para evitar o colapso do sistema de saúde e salvar vidas. A solidariedade é fundamental para tornar este momento mais justo e diminuir as consequências sociais desta medida, principalmente entre as pessoas mais vulneráveis.