ativismo
Foto: Nick Morrison | Unsplash
- Publicidade -

Os “Aulões do Potências Coletivas” é uma idealização do Greenpeace e da Mídia Ninja e tem como objetivo central ampliar o debate de temas sociais, ambientais e econômicos para o momento atual em que a pandemia evidenciou ainda mais a urgência de debates amplos.

A iniciativa é realizada em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e conta com o apoio do Oca – Laboratório de Educação e Política Ambiental da ESALQ/USP.

Serão no total 4 aulões, de 2 horas cada, todas às quartas-feiras do mês de outubro – dias 7, 14, 21 e 28 – sempre das 20h às 22h, pela plataforma do Zoom, com inscrições prévias divulgadas pelas duas organizações em suas redes e base de colaboradores e seguidores. Para a realização, professores, lideranças e ativistas vão debater e falar sobre “Empreendedorismo Real no Pós Pandemia”, “Racismo Ambiental: O que que eu tenho a ver com isso?”, “Comida um Direito de Todos” e “A Força das Mulheres nas Transformações das Comunidades”.

- Publicidade -

“Queremos aproveitar o prenúncio das eleições municipais, previstas para novembro de 2020 para ampliar o olhar democrático e redução das desigualdades sociais para um Brasil plural e digno de sua diversidade”, afirma Dríade Aguiar do Mídia Ninja.

“Os Aulões do Potências Coletivas são a oportunidade do encontro dos saberes sobre meio ambiente, classe, raça, economia e protagonismo feminino temas que são essenciais para esse momento do reflorestamento do pensar, de oxigenar as inspirações e utopias para que em novembro façamos escolhas assertivas de candidatas, cantidates e candidatos pautados pelo futuro que queremos”, afirma Pamela Gopi do Greenpeace Brasil.

Cronograma

7/10, às 20h
Aulão 1: Empreendedorismo Real, Economia no pós pandemia
Mediação: Fabiana Alves, do Greenpeace Brasil
Joaquim de Melo – empreendedor social e fundador do Banco Palmas, primeiro banco comunitário do Brasil (Fortaleza – CE).
Cristine Naum – professora da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e consultora nas áreas de Sustentabilidade, Responsabilidade Social e Diversidade.

14/10, às 20h
Aulão 2: Comida, um direito de todos
Mediação: Adriana Charoux, do Greenpeace Brasil
Adriana Salay Leme – Doutoranda em História Social pela Universidade de São Paulo. Mestre pelo programa de História Social da Universidade de São Paulo. Estuda história do Brasil contemporâneo e temas relacionados à fome, identidade, hábitos alimentares e história intelectual.
Jennifer Tanaka – Doutoranda e Mestre em sociologia rural na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e nutricionista pela Universidade de São Paulo.

21/10, às 20h
Aulão 3: Racismo Ambiental – O que que eu tenho a ver com isso?
Mediação: Isis Maria, da Mídia Ninja
Tania Pacheco – Militante e autora do blog Combate Racismo Ambiental.
Ieda Leal – Coordenadora Nacional do Movimento Negro Unificado – MNU.

28/10, às 20h
Aulão 4: A força das Mulheres na transformação das comunidades
Mediadora: Dríade Aguiar, da Mídia Ninja
Val Eloy Terena – líder terena do Mato Grosso do Sul, a primeira caçica a abrir uma aldeia em região urbana e atuante nas causas indígenas.
Givânia Silva – coordenadora e membro-fundadora das Comunidades Negras Rurais Quilombolas (Conaq).

As inscrições podem ser feitas pela site.

Atenção: As vagas são limitadas e os certificados de participação serão emitidos para os cursistas que frequentarem 75% das aulas e preencherem requerimento específico, a ser divulgado durante as aulas, para solicitar o documento.

- Publicidade -