FIUP
Foto: Festival Indígena União dos Povos | Facebook
- Publicidade -

Inspirado nos festivais que ocorrem dentro das aldeias, o Festival Indígena União dos Povos (FIUP) chega em sua segunda edição. O evento vai acontecer em Mogi das Cruzes, município de São Paulo, entre os dias 16 e 19 de junho.

O Festival nasce com o intuito de oferecer espaço para troca de saberes entre diferentes etnias, visando a valorização da tradição e a união entre os povos originários. Serão 13 etnias durante 4 dias de atividades tais como: rodas de conversas, pinturas corporais, apresentações culturais, cerimônia com medicinas da floresta (Ayahuasca e Rapé), gastronomia tradicional, exposição e venda de arte e literatura indígena.

FIUP
Imagem: Divulgação

Estas e outras ações vão promover visibilidade às causas sociais e culturais dos povos originários. Participam da programação nomes como Sônia Guajajara, Dário Kopenawa Yanomami, Eric Marky Terena e Daniel Munduruku.

- Publicidade -
Primeira edição do FIUP

Por que participar?

Já no segundo ano, o FIUP é um evento que promove o intercâmbio cultural entre indígenas – e com pessoas não indígenas –  em prol do resgate e valorização dos saberes dos povos da floresta, do respeito à natureza, da cura individual e coletiva, e da preservação à vida.

Ikakuru Huni Kuin

Precisamos redescobrir o que é estar na Terra. Pisar neste solo com delicadeza, reverenciar nossos rios, honrar as montanhas e as matas. E aprender com o que há de mais ancestral no coração deste país. FIUP, o Festival Indígena União dos Povos, nos convida a este chamado. É tempo de ouvir, de aprender, de vivenciar  a expressão da vida indígena, sua arte, sua cultura e sua espiritualidade.

FIUP
Jordão Pekunt

Etnias confirmadas no FIUP

●  Yanomami ● Huni Kuin ●  Yawanawá ● Noke Kuin ● Tupi Guarani ● Guarani ● Yawalapiti ● Maxakali ● Munduruku ● Kariri-Xocó ● Paiter Surui ●  Macuxi ● Tatuyo

Júlia Kenemeni Yawanawá

Rodas de saberes

As Rodas de Saberes reúnem indígenas, indigenistas e aliados da causa, para o fortalecimento da comunicação e da desmistificação de preconceitos históricos, aproximação com a cultura e espiritualidade dos povos originários, assim como a compreensão do importante papel da luta indígena no cenário político, para que as florestas se mantenham em pé.

FIUP
Watatakalu Yawalapiti

A programação inclui as seguintes conversas temáticas:

Mulheres Originárias: ancestralidade, movimento, re-existência
Watatakalu Yawalapiti, Cristine Takuá Maxacali, Júlia Kenemeni Yawanawá, Rana Kariri-Xocó e Anna Dantes

Comida ancestral: segurança alimentar e subsistência.
Cíntia Flores, Ne’a Varinawa, Catarina Nimbopuruá Tupi Guarani e Terri Aquino

Espiritualidade, Identidade e Tradição: cinema, literatura e música
Carlo Papá Guarani, Kenewma Yawanawá, Daniel Munduruku, Mayawari Mehinako, Ikakuru Huni Kuin e Cristine Takuá Maxacali

Etnicidade: territórios, fronteiras e mudanças climáticas.
Sônia Guajajara, Dário Kopenawa Yanomami, Gasodá Paiter Suruí e Marcos Wesley

Interatividade entre mundos: impactos da sociedade e resistência cultural
Eric Marky Terena, Anna Terra Yawalapiti, Julie Dorrico Macuxi, Jordão Pekunt e Léo Valente.

Quando

Nos dias 16, 17, 18 e 19 de Junho de 2022

Onde

Acampamento Terra do Saber – Mogi das Cruzes, SP
Estrada Kem Saito, SP-098, 7 – Km 66
Mogi das Cruzes, SP

Inscrição para o FIUP

Garanta participação no evento com 10% de desconto usando o código YAMFIUP10. As vendas estão sendo realizadas no site Sympla.

O ingresso inclui: Teste de Covid na entrada do local, estacionamento, acomodação em quartos compartilhados, alimentação orgânica (com opção vegana), todas as atividades e cerimônia espiritual. 

Para mais informações, acesse o site do Festival.

LEIA MAIS:

- Publicidade -