Entre os meses de janeiro e março, o Sesc Avenida Paulista, em São Paulo, apresenta o projeto “Naturalize-se”, conjunto de atividades que investiga as ligações entre a produção artística, os conhecimentos e recursos advindos da natureza. São oficinas, cursos, vivências e aulas abertas voltados para técnicas e conhecimentos sobre a relação entre os diversos ecossistemas e a arte, integrando o ser humano e o meio ambiente.

Entre os destaques estão os cursos de Biojóias, que trata desde a coleta da matéria-prima até a confecção do produto final; o de Fitoterapia indígena e conhecimentos tradicionais; e o de Monotipia com Plantas, técnica de impressão com ingredientes naturais.

Confira abaixo alguns dos cursos que serão ofertados:

Fitoterapia indígena e conhecimentos tradicionais

Com Vivência na Aldeia

Neste curso, Dona Catarina e Andreza Poitena, apresentarão as principais ervas utilizadas pelos povos indígenas e tradicionais do Brasil. Para elas, é da floresta que vem a cura e é observando como os animais da floresta se curam que os povos antigos aprendiam sobre a sua própria cura.

Andreza Poitena é bióloga e fundadora do projeto social “Vivência na Aldeia”, acompanha e trabalha com comunidades indígenas desde 2012. Seu principal foco é o resgate da medicina ancestral dentro das Aldeias. Seu trabalho se alinha aos anciões e anciãs das comunidades, aqueles que ainda detêm este saber milenar do cuidado que envolve a natureza. Andreza é curadora do curso de Fitoterapia Indígena que vem sendo ministrado desde 2015.

Dona Catarina é uma liderança indígena que despontou logo cedo nas lutas pelo seu povo. Pouco a pouco foi aprendendo sobre ervas medicinais com os mais velhos e em cursos que fez em suas viagens pelo Brasil. Já foi parteira e hoje é a eterna cacique na Terra Indígena Piaçaguera além de ser liderança espiritual e especialista em ervas da floresta ao seu redor.

Josimas Ramos é permacultor e fundador do projeto social “Vivência na Aldeia”. É também produtor cultural, desenvolve trabalhos sociais com aldeias indígenas desde 2012 e é organizador dos cursos de Fitoterapia Indígena ministrados pelas comunidades indígenas desde 2015.

Quando: Dias 1 e 2/2, sábado e domingo, das 14h30 às 17h30

Onde: Tecnologias e Artes (4º andar)

Quanto: Grátis

Inscrição: no primeiro dia do curso a partir das 10h no local

Classificação: 16 anos

Arte Ancestral: Os grafismos indígenas e suas relações com a natureza

Com Denilson Baniwa

Os conhecimentos e técnicas desenvolvidas pelos povos indígenas para contar suas histórias sempre foram, além de uma expressão artística, uma forma de manter os conhecimentos vivos. A partir do contato com esses conhecimentos, muitas vezes advindos da natureza com referências visuais, os alunos poderão entender como são criados os grafismos, uma arte ancestral e alguns de seus significados, a partir daí de maneira livre eles poderão traçar seus próprios grafismos que representem sua própria identidade.

Denilson Baniwa nasceu em Mariuá, no Rio Negro, Amazonas. Sua trajetória como artista inicia-se a partir das referências culturais de seu povo já na infância. Na juventude, o artista inicia a sua trajetória na luta pelos direitos dos povos indígenas e transita pelo universo não-indígena apreendendo referenciais que fortaleceriam o palco dessa resistência. Denilson Baniwa é um artista antropófago, pois apropria-se de linguagens ocidentais para descolonizá-las em sua obra. O artista em sua trajetória contemporânea consolida-se como referência, rompendo paradigmas e abrindo caminhos ao protagonismo dos indígenas no território nacional.

Quando: De 11 a 13/2, terça a quinta, das 19h às 22h

Onde: Tecnologias e Artes (4º andar)

Quanto: Grátis

Inscrição: Pré-inscrição online em sescsp.org.br/avenidapaulista, a partir de 29/1 (credencial plena) e 5/2 (público em geral)

Classificação: 16 anos

Monotipia com plantas

monotipia

Com Luiza Zelada

O curso inicia com uma breve apresentação do contexto histórico da monotipia e artistas que investigaram esta técnica ao longo dos anos até hoje. Em seguida, os participantes serão convidados a produzir e imprimir suas próprias monotipias com plantas selecionadas.

Luiza Zelada é artista visual e educadora, formada em Artes Visuais pelo Instituto de Artes da Unesp, em São Paulo. Desde 2014 realiza projetos e exposições coletivas na cidade, “Totaltorta”, inaugurada em fevereiro de 2019, na Galeria de Arte Alcindo Moreira Filho, trabalhando a imagem, seus desdobramentos e potências.

Quando: De 13/2 a 5/3, quintas, das 10h às 13h

Onde: Tecnologias e Artes (4º andar)

Quanto: R$25,00 / R$12,50 / R$7,50

Inscrição: Pré-inscrição online em sescsp.org.br/avenidapaulista, a partir de 29/1 (credencial plena) e 5/2 (público em geral)

Classificação: 16 anos

Biojoias: sementes da amazônia

biojoias

Com Jessica Terra

Os participantes terão contato com sementes nativas da floresta amazônica, e aprenderão a criar colares com o Açaí e a Jarina, compreendendo a importância do reaproveitamento dentro do conceito de bio-economia e valorização da biodiversidade. A bio-joia é uma arte manual que incentiva a criatividade e transmite, ao mesmo tempo, valores ambientais.

Jéssica Terra é Eco Artesã e criou a marca “Mucunã” de Bioartesanato em Maio de 2014, quando deixou a área da saúde e mergulhou nas artes; desde então atua como artista empreendedora. Cerca de 80% de sua produção é feita com matéria prima que ela colhe principalmente em áreas urbanas; com parte dessa colheita, produz múltiplas peças entre instrumentos musicais, colares, peças de eco decoração, que expõe em muitos ambientes culturais, principalmente na Região do Alto Tietê e Zona Leste de São Paulo. A outra parte de sua colheita destina a oficinas e cursos de formação em Biojóias.

Quando: De 20/2 a 5/3, quintas, das 14h30 às 17h30

Onde: Tecnologias e Artes (4º andar)

Quanto: Grátis

Inscrição: Pré-inscrição online em sescsp.org.br/avenidapaulista, a partir de 29/1 (credencial plena) e 5/2 (público em geral)

Classificação: 16 anos

Naturalize-se

Cursos e Oficinas

Quando: de janeiro a março de 2020

Local: Tecnologias e Artes (4º andar)

Como participar: Verifique valores e necessidade de inscrição ou retirada de ingressos no site do Sesc Avenida Paulista. No site você também confere a programação completa.