O Sitio Pau d’Água, em Piracaia, realiza o Curso Básico de Construção com Bambu, com o engenheiro agrônomo Bruno Sales, que trabalha há mais de 15 anos com bambu, nos dias 18 e 19 de maio. Considerado uma fonte renovável, o bambu é um dos materiais mais inovadores na área da construção. É resistente o suficiente para substituir o aço em algumas estruturas, como mostram construções em países como China, Japão e Indonésia.

Na América do Sul, o país mais desenvolvido no seu uso é a Colômbia, como atesta a catedral Alterna Nuestra Señora de La Pobreza, projetado pelo renomado arquiteto Simón Velez. “Diferente do cimento, que é altamente poluente, o bambu é um recurso natural que não se esgota, desde que cortado corretamente”, afirma Bruno.

O objetivo principal do curso é que os participantes façam uma parede de bambu usando duas técnicas trazidas da Colômbia chamada esteridia (esteiras de bambu) e façam o reboco com calficite (cal, fibras, e terra) para revestir a parede da cozinha externa do Sítio. As duas técnicas são usadas para construção de casas populares na Colômbia. “É possível erguer uma casa usando apenas estas técnicas”, afirma Bruno.

O Curso conta com uma parte teórica e prática nos dois dias. Na teoria serão abordados a história, morfologia, fenologia (como reconhecer a idade da planta), plantio, propagação, manejo, tratamento, aplicações, movelaria e design e bioconstrução.

A parte prática começa com uma visita guiada pelos bambuzais da Ecovila Clareando, vizinho ao Sítio Pau d’Água. Os participantes vão fazer reconhecimento e coleta de três espécies: Phyllostachys Aurea (Cana da Índia), Bambusa Vulgaris (Taquara) e Dendrocalamus Giganteus (BambuGigante). Em seguida, as varas passam por um tratamento natural para proteção contra pragas.

Casa das Birutas

Os participantes vão fazer uma visita técnica na premiada Casa das Birutas, projeto da Gera Brasil Arquitetura, cujo telhado de bambu foi construído por Bruno, na Ecovila. (saiba mais sobre a Casa das Birutas aqui)

Projeto da Gera Brasil Arquitetura, na Ecovila Clareando, o telhado de bambu foi construído pelo bambuzeiro Bruno Sales
Projeto da Gera Brasil Arquitetura, na Ecovila Clareando, o telhado de bambu foi construído pelo bambuzeiro Bruno Sales

Quem é Bruno Sales

Engenheiro Agrônomo formado pela UFRRJ, trabalha com bambu há mais de 15 anos. Neste período, realizou 15 obras, entre casas e galpões com diferentes tipos de bambu. Foi estagiário por 4 anos da Embrapa Agrobiologia. Sob orientação do departamento de tecnologia da madeira na Engenharia Florestal da UFRRJ, trabalhou na instituição Pindorama durante 5 anos, onde ministrou cursos de bambu para 23 turmas.

Sobre o Sítio Pau d’Água

O Sítio Pau d’Água é um Centro Coletivo de Cultura que tem o objetivo de colaborar com a construção de um novo Imaginário Social. São 3 alqueires, sendo que quase metade está sendo reflorestado. Conta com duas nascentes e mais de 3 mil árvores foram plantadas nos últimos 2 anos. Em parceria com a Kaminari Comunicação, realiza cursos nas áreas de Agrofloresta, Fitoterapia e Bioconstrução. Saiba mais sobre o sítio aqui.

SERVIÇO

Curso Básico de Construção em Bambu

Onde: Sitio Pau d’Água, Piracaia, São Paulo

Quando: 18 e 19 de maio

Investimento: (inclui todas as refeições) / R$ 340 (sem hospedagem) / R$ 370 (camping) / R$ 399 (alojamento coletivo Sítio Pau d’Água) / R$ 460 (quarto Ecovila Clareando)

Inscrições: [email protected] / ou em até 10x no cartão (com taxas) pelo site da Eventbrite.

Whatsapp: (11) 9.7130-3335

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.