campanha sustentabilidade atitudes individuais
Foto: Reprodução YouTube

O ano de 2020 está sendo marcado por grandes mudanças e desafios para todos. E tantas transformações provocam também uma série de reflexões. Neste contexto, a Tetra Pak lança uma campanha que convida os consumidores a pensarem sobre seus hábitos e como boas práticas cotidianas podem resultar em transformações para o bem-estar coletivo. 

Com o mote “Transformar o presente para proteger o futuro”, a campanha  fala sobre as adaptações que o cenário de pandemia impôs às rotinas, além de promover uma reflexão sobre como bons hábitos podem impactar positivamente no dia a dia de todos.

Entre as atividades está a tarefa de separar adequadamente os resíduos recicláveis pós-consumo dentro de casa – a assinatura das peças de comunicação é justamente “Eu separo, você separa, nós reciclamos”.

Atitudes sustentáveis

A atitude de separar se refere a direcionar corretamente os resíduos que geramos para coleta seletiva. Essa escolha representa o início do percurso dos resíduos recicláveis, possibilitando a transformação dos materiais em novos produtos. 

“Acreditamos no poder dessa conscientização. Queremos reforçar a mensagem de que hábitos individuais fazem a diferença para movimentar o coletivo, beneficiando a cadeia de reciclagem. Também aproveitamos para trazer o conceito da responsabilidade compartilhada, em que a economia circular de baixo carbono se torna viável em um cenário de colaboração entre indústria, governo e sociedade”, comenta Valéria Michel, diretora de Sustentabilidade da Tetra Pak do Brasil e Cone Sul. 

Novos hábitos

A campanha é composta por um vídeo manifesto e quatro episódios de 30 segundos, sendo que cada um dará ênfase a uma atividade que requer a adaptação de um hábito antigo ou o início de um novo. 

Alguns exemplos são: fazer exercícios em casa; reunir-se com amigos virtualmente; dedicar-se a preparar receitas novas ou se arriscar em reproduzir um prato de família e ter qualidade de tempo com os filhos. Todos os vídeos terminam trazendo a reflexão sobre o papel individual de fazer o descarte correto das embalagens após o consumo. 

“Mesmo com a flexibilização em algumas cidades e mudanças repentinas, muitos desses hábitos podem ser mantidos e, com certeza, serão positivos e transformadores”, completa Valéria.