USP ganha 18 estações de bicicletas compartilhadas

Bicicletas compartilhadas na Cidade Universitária atenderão 5 mil pessoa, facilitando também o deslocamento de estudantes na cidade

aluguel gratuito bike
Foto: Tembici

O Bike Sampa, sistema de bicicletas compartilhadas,  operado pela Tembici e patrocinado pelo Itaú Unibanco, inaugura, em 5 de março, 18 novas estações na capital paulista, desta vez no campus da Universidade de São Paulo (USP), zona oeste da cidade. A expectativa é que cerca de 5 mil pessoas utilizem o sistema de bikes compartilhadas diariamente.

Segundo Maurício Villar, COO da Tembici. “A expansão desse serviço na USP é um marco muito importante para nós, e a nossa expectativa com essas novas estações é conseguir atender cada vez mais pessoas”, conta Maurício Villar, COO da Tembici.

A bicicleta está presente na vida dos paulistanos, principalmente durante a semana, em deslocamentos de até 3 km de distância. “Comparando 2018 e 2019, por exemplo, foi registrado o aumento de 141% no número de viagens no Bike Sampa. Hoje, a mobilidade urbana é uma das nossas principais causas, e nossa atuação está voltada para fomentar as iniciativas que contribuam para a formulação de políticas públicas que promovam a bicicleta como meio de transporte”, diz Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Negócios Inclusivos do Itaú Unibanco.

Para utilizar o serviço, é necessário realizar o cadastro pelo site ou pelo App Bike Itaú. Os preços vão de R$8, para o plano de uso diário, a R$160, para o plano anual. As novas estações do Bike Sampa estarão na USP, nos seguintes endereços:

Bancos/Reitoria – Av. Prof. Luciano Gualberto, 600 (na Praça dos Bancos, em frente ao Banco do Brasil)
Metrô Butantã – Rua Engenheiro Bianor, em frente ao número 50 (esquina com Av. Vital Brasil)
P1 – Praça Professor Reinaldo Porchat (em frente a Academia de Polícia e próximo ao Portão 1 da USP)
Portão CPTM – Av. Professor Mello Moraes (próximo ao acesso à estação Cidade Universitária da CPTM)
CEPE – Estacionamento (em frente a entrada do Centro de Práticas Esportivas da USP)
Biblioteca Brasiliana – Av. Luciano Gualberto (em frente à entrada de trás da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin USP)
Bandejão Central – R. do Anfiteatro (próximo à esquina com a rua da Praça do Relógio)
Bandejão Química – Av. Lineu Prestes (entrada do Bandejão da Química USP)
FEA – Av. Luciano Gualberto, em frente ao número 908 / Faculdade de Economia e Administração da USP
Psicologia – Av. Prof. Mello Moraes, estacionamento da Psicologia USP (atrás do ponto de ônibus ‘Praça do Relógio’)
Biênio POLI – Travessa 2, estacionamento do prédio do Biênio da Escola Politécnica da USP
Bandejão Física – Travessa R, na entrada para o Bandejão da Física USP
Bandejão Prefeitura – Av. Almeida Prado, em frente ao número 1280 / próximo a entrada da Prefeitura USP
Hospital Universitário – Av. Lineu Prestes, próximo ao número 2565 (próximo ao ponto de ônibus do Hospital Universitário USP)
Odontologia –
Av. Prof. Lineu Prestes, próximo ao número 2227 / Odontologia USP (próximo ao ponto de ônibus da Odontologia)
Vila Indiana – Av. Lineu Prestes, oposto ao número 1374 (próximo ao acesso Vila Indiana)
P3 – Atrás da Praça 5, ponto de ônibus do P3. Perpendicular à rua Professor Marques de Paiva, em frente à rotatória

De volta às origens

Com presença em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Grande Recife, além de Santiago, no Chile, e Buenos Aires, na Argentina, a Tembici é uma empresa latino-americana que nasceu na USP, e voltar à universidade tem um significado especial.

“Em 2009, a partir do meu TCC, criei o Pedalusp, uma iniciativa para o desenvolvimento e implementação de um sistema de bicicletas compartilhadas dentro da Universidade de São Paulo. Durante anos, eu e meus sócios enfrentamos diversos desafios para inserir a bicicleta nos centros urbanos, até que, em 2017, adquirimos e começamos a gerenciar os principais projetos de bicicletas compartilhadas do Brasil. Entregar estas 20 estações na USP era uma das minhas metas e, finalmente, estou realizando”, conclui Villar.