No Distrito Federal, os ônibus públicos deverão ser equipados com suportes para carregar bicicletas. O projeto de lei 1.260/12, do deputado Robério Negreiros (PMDB), foi aprovado em dezembro passado e segue para a sanção do governador local, Rodrigo Rollemberg (PSB).

A medida segue o exemplo já aplicado em cidades estrangeiras e que está em testes também em outros municípios brasileiros. Em São Paulo, sistemas que permitam o transporte de bicicleta nos ônibus municipais já são estudados e testados desde 2010. Recife e Blumenau também esperam aprovação de um projeto de lei em formato semelhante. Florianópolis e Salvador também já testam o sistema.

A lei aprovada no DF determina que os ônibus sejam equipados com suportes capazes de transportar até três bicicletas ao mesmo tempo. Ele poderia ser instalado na parte da frente ou na traseira do veículo, com a trava de segurança sendo acionada pelo próprio motorista.

A opção é ideal para facilitar a intermodalidade. Através da estrutura, as pessoas podem usar a bicicleta para cumprir parte do trajeto e o ônibus para completar o percurso. Além disso, o sistema também se torna uma alternativa para que as pessoas que pedalam por lazer consigam transportar as suas próprias bicicletas até um parque ou ciclovia.

Ainda não existe data definida para a sanção da lei no Distrito Federal. Mas, após aprovada pelo governador, as empresas de ônibus devem receber um prazo para se adequarem à novidade, que beneficiará diretamente ciclistas e a mobilidade urbana local.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.