Os ciclistas de São Paulo começaram o ano com boas notícias. Nesta segunda-feira (5) trechos de alta circulação da cidade foram interditados para o início de obras cicloviárias. A Avenida Paulista e vias próximas ao elevado Costa e Silva são alguns destes locais.

A ciclovia na avenida mais importante de São Paulo é esperada pelos ciclistas há anos. Este tem sido tema constante de protestos, principalmente devido aos acidentes fatais que envolveram ônibus e ciclistas na via. A faixa exclusiva deve aumentar a segurança e melhorar a mobilidade sobre duas rodas na região central de São Paulo.

A obra foi anunciada em setembro de 2014 e deve ser construída em 180 dias. A ciclovia será localizada nas faixas próximas ao canteiro central, longe do corredor dos ônibus. Somente para o projeto da Av. Paulista a prefeitura disponibilizou R$ 15 milhões. A estrutura será conectada a outras onze ciclovias.

Já a interdição nas proximidades do Minhocão, começa na noite desta segunda-feira. Segundo a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), a partir das 23h a faixa esquerda da Rua Amaral Gurgel, entre a Rua Major Sertório e o Largo do Arouche será bloqueada e permanecerá assim por seis meses.

As construções fazem parte do projeto da atual prefeitura de São Paulo, que promete entregar 400 km faixas exclusivas para bicicletas e outros meios de transportes não-motorizados até o final de 2016.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.