Como parte das iniciativas ambientais para reduzir a poluição, a capital francesa decidiu que ao menos uma vez ao mês deixará a Champs Élysées livre de carros. A via possui 10 faixas, sendo uma das principais e mais conhecidas da cidade.

A rua também é um dos pontos mais turísticos de Paris. O que não impediu que ela fosse fechada em momentos necessários. Ao longo de 2014, por exemplo, muitas vezes a cidade ofereceu transporte público grátis aos fins de semana, chegou a obrigar a redução da velocidade de todos os carros e até limitar a circulação de automóveis em 50%. Tudo isso para tentar amenizar os níveis de poluição.

A prefeita Anne Hidalgo agora quer mais. Está nos planos da gestão abrir aos pedestres um trecho de estrada de alto tráfego na margem direita do Sena e o melhor: permanentemente. Enquanto isso não acontece, os parisienses podem andar livremente pela Champs Élysées, que ficará aberta aos pedestres ao menos uma vez ao mês.

Redação CicloVivo